Início Comunidades Governo quer expandir ensino do português no estrangeiro, mas mantém propinas

Governo quer expandir ensino do português no estrangeiro, mas mantém propinas

993
0
O Governo considera que é preciso expandir o ensino do português no estrangeiro (EPE), nomeadamente para alunos de outras nacionalidades além dos lusodescendentes, mas pretende manter as propinas neste modelo educativo.
Em entrevista à Lusa, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, diz que “uma das preocupações que há muito constitui motivo de atenção política tem a ver com o facto do modelo de ensino, nomeadamente o ensino da língua e cultura de origem, estar muito vocacionado para grupos étnico-culturais específicos e definidos”.
De acordo com o secretário de Estado, “isso leva a que haja um condicionamento no objetivo de expansão da língua, nomeadamente quanto à introdução da língua na estrutura curricular e na estrutura pedagógica do próprio sistema de ensino dos países de acolhimento, nomeadamente em França”.

Publicidade
Artigo anteriorAtor José Boavida em coma
Próximo artigoFrança: Homem que atacou esquadra em Paris vivia num centro de refugiados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui