Início Culturas Livros “Natal dos Caretos” de Bragança em banda desenhada

“Natal dos Caretos” de Bragança em banda desenhada

1198
0

Bragança, 04 dez (Lusa) – Um conto de Natal sobre os Caretos é a proposta para esta quadra de um escritor e um desenhador de Bragança, que mostram, pela primeira vez em banda desenhada, os tradicionais mascarados e as Festas dos Rapazes.

“Natal dos Caretos” é o conto hoje apresentado, em Bragança, escrito pelo estudioso e autor de outras publicações sobre ritos transmontanos, António Tiza, para ser adaptado à banda desenhada com desenhos de José da Fonte, autor de várias ilustrações na região.

Sendo um conto, é ficção, como explicou à Lusa António Tiza, porém “é uma ficção baseada numa realidade muioa viva e muito atuante agora mesmo, que são as tradições das Festas dos Rapazes, que acontecem no período que decorre entre o Natal e os Reis”.

Publicidade

O chamado “ciclo dos 12 dias” está localizado nas aldeias da Baixa Lombada do concelho de Bragança, nomeadamente Varge, Aveleda, Rio de Onor e Baçal, onde os mascarados e endiabrados Caretos são os protagonistas por estes dias das Festas dos Rapazes.

Motivar as crianças e os jovens a que participem, quando chegar a sua idade, nestas tradições, é o propósito deste trabalho, como sublinhou António Tiza.

“Qualquer jovem pode ler esta história e ao lê-la que se sinta motivado a participar d e uma forma mais consciente e mais dinâmica nestas celebrações festivas”, enfatizou.

Embora o livro se destine a todas as idades, ao escolher a Banda Desenhada para este conto, o autor acredita também que “as crianças sentem-se mais aliciadas à leitura” e este é um objetivo: “motivar as crianças, os adolescentes e os jovens à leitura”.

Esta foi também uma das razões que levou o ilustrador José da Fonte a aceitar o desafio que lhe foi lançado para este trabalho.

“Os jovens têm muita dificuldade em ler, as novas tecnologias afastam-nos um bocado da leitura, como do texto, e decidimos fazer um trabalho de forma que comunicasse num estilo suave, com ritmo, variações de cores”.

O ilustrador cresceu com estas tradições de Natal e está entusiasmado com a perspetiva de que as crianças e quem está ausente possa ver “esta parte dos Caretos como lúdica e uma parte cultural muito importante” desta região.

O autor do conto, António Tiza, espera que este não seja o último livro que escreve para este efeito e conta com a colaboração do desenhador José da Fonte.

Esta primeira edição tem disponíveis 500 exemplares, da Lema d` Origem Editora, à venda em Bragança.

Artigo anteriorHomem dispara tiros num estacionamento de Fafe após desentendentimento com condutor
Próximo artigoPolícias francesa e belga procuram novos suspeitos de ataques de Paris

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui