Início Culturas Mosteiro de Santa Clara, Vila do Conde, com vigilância eletrónica contra vandalismo

Mosteiro de Santa Clara, Vila do Conde, com vigilância eletrónica contra vandalismo

1292
0

O Mosteiro de Santa Clara, em Vila do Conde, terá, a partir de segunda-feira, vigilância eletrónica 24 horas por dias, durante todo ano, através de câmara de vídeo, de forma a evitar os atos de vandalismo que o edifício tem sido alvo.

O monumento, que foi recentemente intervencionado de modo a recuperar os danos de muitos anos de abandono, pertence à Direção Geral de Tesouro e Finanças, que procura uma solução para a sua ocupação definitiva.

Entretanto, a sua manutenção tem sido feita pela Câmara Municipal de Vila do Conde, que mandou montar o dispositivo de vídeo vigilância no espaço, com a instalação de câmaras e detetores de movimento, que identificarão a presença de pessoas no edifício e nos logradouros adjacentes, o que prontamente será comunicado à Policia Municipal e à PSP.

Publicidade

Em declarações à Agência Lusa, Elisa Ferraz, presidente da Câmara de Vila do Conde, considerou que é medida era “absolutamente necessária” para evitar a degradação do passado.

“Era impensável que voltasse a acontecer o cenário que levou a que a população de Vila do Conde, há uns anos, se juntasse para tirar do espaço dezenas de toneladas de lixo. Foi um esforço de todos para que o espaço recuperasse a sua dignidade”, disse autarca.

Elisa Ferraz referiu que sensibilizou o governo para que montasse o sistema de vídeo vigilância, mas, percebendo que tal não seria possível, “a autarquia decidiu com expensas próprias instalar o sistema”.

O Mosteiro de Santa Clara está, desde há alguns anos, sem ocupação do espaço, algo que a Câmara de Vila do Conde tenta contrariar, propondo ao Estado instalação de valências no local

“Temos feito força junto do governo para que possa lá funcionar espaços dedicados à Cultura ou, tal como chegou a estar previsto no mapa judiciário, a instalação de um instância criminal”, completando.

O Mosteiro de Santa Clara, monumento nacional com mais de 300 anos, foi recentemente alvo de uma recuperação, visando o exterior do edifício, num investimento de cerca de 500 mil euros.

Artigo anteriorPrimeiro centro de noite do país em Baião não tem utentes e vai acolher refugiados
Próximo artigoMorreu aos 85 anos ator Robert Loggia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui