Início Culturas Livros Livro para crianças inédito de Dr. Seuss editado em Portugal

Livro para crianças inédito de Dr. Seuss editado em Portugal

1528
0

Lisboa, 03 dez (Lusa) – O livro para crianças “Que amigo levo comigo?”, do norte-americano Dr. Seuss, descoberto mais de vinte anos depois da morte do autor, é editado este mês em Portugal, pela Booksmile.

Dr. Seuss é o nome pelo qual é conhecido o escritor, ilustrador e cartoonista norte-americano Theodor Seuss Geisel, que morreu em 1991, deixando mais de sessenta livros para crianças, quase todos de poesia, traduzidos em mais de trinta línguas.

Em Portugal, a publicação da obra do autor é residual, tendo sido editado o livro “O gato do chapéu”, pela Gradiva. “Que amigo levo comigo?”, que teve em julho uma tiragem de um milhão de exemplares nos Estados Unidos, é o primeiro de uma série de obras do autor que a Boooksmile vai editar nos próximos meses.

Publicidade

Escrito em rimas, “Que amigo levo comigo?” terá sido escrito e ilustrado por Dr. Seuss, entre os anos 1950 e 1960, e foi descoberto pela viúva e por uma assistente em 2013, entre papéis e desenhos dispersos, reunidos numa caixa.

O livro, que tem tradução portuguesa de José Dias Pires, conta a história de dois irmãos que vão a uma loja escolher um animal de estimação para levar para casa. As rimas sucedem-se consoante os dilemas de escolhas das crianças, entre um cão e um gato, um pássaro, peixes ou um coelho.

Theodor Seuss Geisel fez ilustração para publicidade, mas também para revistas como a Life e a Vanity Fair, antes de publicar o primeiro livro para crianças, “And to think that I saw it on Mulberry Street”, em 1937.

“O facto de escrever poesia para crianças não lhe trouxe na altura o reconhecimento devido. E a muitos não agravada, de todo, o facto de Dr. Seuss adorar inventar palavras que não constavam dos dicionários”, afirma a editora portuguesa.

A verdade é que a obra de Dr. Seuss acabou por ser largamente premiada e lida pelos mais novos, tendo sido também adaptada para televisão – por exemplo, “Gerald McBoing-Boing” – e cinema, nomeadamente nos filmes “Lorax” (2012), “Grinch” (2000) e “Horton e o mundo dos quem” (2008).

Em 1984, Dr. Seuss recebeu um prémio Pulitzer pelo contributo para os níveis de literacia e educação das crianças nos Estados Unidos.

O autor morreu em 1991, aos 87 anos, vítima de cancro.

Em 2016, a Booksmile planeia editar “Green Eggs and Ham”, “How the Grich Stole Christmas” e fazer uma nova edição de “O gato do chapéu”.

Artigo anteriorPS considera “infantil” e “absurdos” avisos de Passos sobre eleições antecipadas
Próximo artigoHistoriador português escreve livro que retrata a história da emigração portuguesa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui