Início Atualidade Sporting de luto por morte de adepto em Paris

Sporting de luto por morte de adepto em Paris

1587
0

Manuel Colaço Dias foi descrito como um “sportinguista ferrenho”.
O Sporting publicou no seu site oficial um texto em homenagem a Manuel Colaço Dias, emigrante português de 63 anos que morreu nos atentados de Paris. Fã de futebol, Colaço Dias foi descrito como um “sportinguista ferrenho”.

O clube de Alvalade recorda que a vítima dos atentados tinha emigrado “em busca de uma vida melhor” e foi vítima da “autêntica bárbarie” que atravessou Paris.
Confira o comunicado do Sporting:

“Manuel Colaço Dias, nascido em Mértola há 63 anos, cumpria mais um dia de trabalho numa empresa de transportes. Ontem era dia de festa em Paris, com o Stade de France completamente lotado (mais de 80 mil pessoas) para o particular entre França e Alemanha. O português que tinha emigrado “em busca de uma vida melhor”, como dizem os amigos próximos, deixara no seu táxi três pessoas que iam assistir ao jogo na capital gaulesa e foi vítima da autêntica barbárie que atravessou a noite de ontem – um momento que tão cedo ninguém esquecerá –, como veio a confirmar hoje José Cesário, secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. Manuel Colaço Dias adorava futebol. E adorava o Sporting.

Publicidade

A população de Rosário, em Almodôvar, onde Manuel Dias costumava ir duas a três vezes por ano (era a localidade da mulher), foi apanhada de surpresa. “Era um amigo a 100%. Vinha muitas vezes a Rosário, conhecia toda a gente e era muito falador. 90% das conversas era sobre futebol, porque era um Sportinguista ferrenho! O resto, mais sobre a cultura francesa. Toda a gente ficou chocada porque não havia ninguém que não o conhecesse aqui. Era uma pessoa impecável em tudo e Sportinguista, que era o melhor de tudo”, comentou esta noite à CMTV José Fernandes, amigo residente em Rosário.

24 horas depois dos piores atentados na Europa desde os que foram perpetrados em Madrid, em 2004, o último balanço oficial feito pelas autoridades francesas aponta para 129 mortos e 352 feridos, sendo que 99 estão ainda em estado considerado grave. Além de Manuel Dias, foi confirmado ao início da noite o falecimento da luso-francesa Priscila Correia, de 35 anos.

Artigo anteriorAutor de atentados em Paris é filho de portuguesa
Próximo artigo‘Fingi estar morta mais de uma hora’. Testemunho de sobrevivente do Bataclan torna-se viral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui