Início Desporto Rui Vitória diz que palavra ‘perder’ não faz parte do seu vocabulário

Rui Vitória diz que palavra ‘perder’ não faz parte do seu vocabulário

727
0

O treinador do Benfica, Rui Vitória, disse hoje que a palavra derrota não entra no seu vocabulário e que a equipa tudo fará para vencer o Sporting no sábado, na quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

“Há coisas na minha cabeça que só penso nelas quando acontecem. Não penso muito na palavra perder. É um dérbi com uma equipa muito forte, o Sporting também sabe que vai encontrar uma equipa forte. Qualquer equipa pode ganhar ou perder. Nada mais me preocupa, sou muito pragmático nas minhas análises”, afirmou.

Para Rui Vitória, o jogo de sábado é mais importante, porque é o próximo, pelo que “não vale a pena fazer cenários”, o que “passou, passou”, garantindo que as duas derrotas com o Sporting já são passado.

Publicidade

“Os meus jogadores têm sido briosos, temos uma relação fantástica. Acreditamos que não somos equipa perfeita, não há nenhuma em Portugal, mas acreditamos muito no que estamos a fazer. Vamos a Alvalade para ganhar. Assim como o Sporting, de resto, não me preocupa mais nada”, afirmou.

Rui Vitória também se mostrou pouco preocupado com o facto de poder ser o primeiro português a vencer em Alvalade em jogos da Taça ao serviço do Benfica, nem com o facto de já ter perdido com o Sporting duas vezes esta época e poder repetir um recorde negativo com 61 anos – desde 1954/55 que os ‘encarnados’ não perdem três vezes com o rival na mesma época.

“Confiante estou sempre, não preocupado com a questão de ser o primeiro português, mas por saber que é um jogo, um dérbi e todos sabemos da sua importância. É um adversário difícil, que respeitamos ao máximo. Acreditando no nosso valor, amanhã não há outro caminho, não há empatar, é vencer ou perder”, afirmou.

O treinador dos ‘encarnados’ não quis revelar o ‘onze’ e a estratégia para sábado, até porque “cada jogo é um jogo, por mais que seja com os mesmos adversários”.

“São histórias diferentes, amanhã definiremos a estratégia que seja a melhor. Quem caminha como nós, com uma personalidade bem vincada, não pode mudar de qualquer maneira. Vamos a Alvalade com o propósito de ganhar”, garantiu.

Sobre o avançado brasileiro Jonas, que tem treinado de forma condicionada, o treinador disse que apenas tomará uma decisão no sábado, embora tenha adiantado que o melhor marcador da equipa está convocado.

A conferência de imprensa de Rui Vitória começou com mais de 30 minutos de atrasado, mas o treinador garantiu que não foi um atraso propositado, para coincidir com o do técnico do Sporting, Jorge Jesus, admitindo que a sua demora o vai obrigar a pagar uma parte do jantar de Natal do plantel.

Rui Vitória não lamentou ainda o facto de as duas equipas se encontrarem numa fase tão preliminar da prova, apesar de dizer que “este é um daqueles jogos que ficam bem no Jamor”.

“Mas isto não se pode controlar, é o sorteio. Vai ficar um pelo caminho, só pode haver um vencedor. Como adepto do jogo, é sempre muito gratificante ir à final e ter um jogo destes, mas foi o sorteio. Amanhã fica um pelo caminho e vamos fazer tudo para que não sejamos nós”, afirmou.

Sporting, detentor do troféu, e Benfica, campeão nacional, defrontam-se no sábado, às 20:00, em Alvalade, numa partida que será arbitrada pelo portuense Jorge Sousa.

Artigo anteriorA lusodescendente da Suíça que encantou no “The Voice”
Próximo artigoVários quadros roubados de museu em Verona

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui