Início Mundo Timor Romance-testemunho “Os Timorenses”, de Joana Ruas, apresentado em Lisboa

Romance-testemunho “Os Timorenses”, de Joana Ruas, apresentado em Lisboa

999
0

“Os Timorenses”, terceiro volume da tetralogia “A Pedra e a Folha”, de Joana Ruas, sobre cem anos de resistência timorense, foi hoje apresentado em Lisboa como “um romance-testemunho” que homenageia os heróis da luta pela independência de Timor-Leste.

A expressão “romance-testemunho” e outra, “romance-ensaio”, foram utilizadas pelo académico Pires Laranjeiro, um dos oradores da sessão realizada hoje à noite na Fundação Mário Soares, para caracterizar esta obra publicada pela Sextante Editora, que aborda o período entre 1973 e 1980.

“Este é um romance-testemunho, um romance-ensaio, talvez tenha algo de uma épica: Joana Ruas agiu por dever de memória, como recolectora das memórias de quem viveu os factos, ela trabalhou com o pós-memória” para “honrar a luta dos timorenses, para nomear os heróis”, disse o professor universitário.

Publicidade

Joana Ruas reforçou também esta ideia, aliás expressa na dedicatória da obra, onde afirma: “Os personagens desta obra são fictícios”, acrescentando que “as circunstâncias históricas que determinaram os seus atos são autênticas”.

“A vida deles é uma síntese das vidas de muitos homens, mulheres e crianças que foram vítimas de um processo de descolonização frustrado e da invasão e ocupação indonésia de Timor-Leste”, prossegue.

Outro dos oradores, o almirante Martins Guerreiro, descreveu a obra como “uma referência obrigatória para todos quantos quiserem estudar e conhecer a história de Timor-Leste”.

 

Artigo anteriorFC Porto vence e segue na corrida aos 16 avos de final da ‘Champions’ de andebol
Próximo artigoPortugal termina Europeus de natação adaptada com 31 medalhas, uma de ouro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui