Início Mundo Estado Islâmico Reino Unido vai aumentar orçamento do contraterrorismo em 30%

Reino Unido vai aumentar orçamento do contraterrorismo em 30%

794
0

Londres, 22 out (Lusa) – O ministro das Finanças britânico, George Osborne, que apresenta na quarta-feira o seu orçamento retificativo de outono, anunciou hoje que os fundos destinados ao contraterrorismo serão aumentados 30%, sem contudo afastar cortes orçamentais na polícia.

“É justamente porque tomamos decisões difíceis noutras partes do nosso orçamento que podemos dar mais equipamentos aos nossos militares, que podemos aumentar o nosso orçamento de luta contra o terrorismo em 30%”, declarou o ministro no The Andrew Marr Show, a emissão política dominical da BBC.

Os fundos destinados ao contraterrorismo serão assim aumentados para um total de 15 mil milhões de libras (21 mil milhões de euros) nos próximos cinco anos, um aumento de 30% em relação ao que foi gasto nos últimos cinco.

Publicidade

Na sequência dos atentados de Paris de 13 de novembro, que causaram 130 mortos, o governo britânico anunciou várias medidas, como um aumento de perto de 15% dos efetivos dos serviços de segurança interna (MI5), externa (MI6) e de vigilância (GCHQ). Estas contratações serão financiadas precisamente com o aumento de verbas divulgado hoje.

No entanto, o governo conservador não fez qualquer anúncio relativo à polícia, quando se levantaram algumas vozes de preocupação pelos cortes orçamentais que a poderão afetar.

Interrogado hoje sobre o assunto, George Osborne recusou dizer claramente se o seu orçamento prevê cortes orçamentais na polícia.

“Cada serviço público deve assegurar-se de que gasta corretamente os seus fundos, mas vamos garantir que o Reino Unido está bem defendido contra a ameaça terrorista”, respondeu.

“Aumentar em 30% o nosso orçamento de luta contra o terrorismo significa que o dinheiro irá para a polícia como para os serviços de segurança para podermos lutar contra ataques com armas de fogo e impedirmos, em primeiro lugar, as armas de entrarem no nosso país”, adiantou.

O ministro das Finanças britânico apresentará na quarta-feira os cortes previstos na despesa pública para atingir o objetivo final de um excedente orçamental no ano fiscal de 2019-2020.

Artigo anteriorOs primeiros flocos polvilharam o ‘Plateau’
Próximo artigoDonald Trump defende restabelecimento da tortura por simulação de afogamento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui