Início Crime A pedido da polícia, imprensa suspende cobertura das operações em Bruxelas

A pedido da polícia, imprensa suspende cobertura das operações em Bruxelas

1250
0
REUTERS/Youssef Boudlal

Bruxelas, 22 nov (Lusa) – Alguns dos principais jornais belgas francófonos decidiram suspender temporariamente a cobertura noticiosa das operações policiais contra o terrorismo, na sequência de um pedido da polícia da Bélgica, país que permanece sob alerta máximo de perigo de ataques terroristas.

Várias operações estão em curso devido à ameaça terrorista na Bélgica, indicou hoje a polícia federal belga à agência noticiosa France Press (AFP), pedindo expressamente à comunicação social para não revelar onde é que estão a decorrer e assegurando que, no final das ações policiais, será feita uma conferência de impresa sobre o tema.

Nesse sentido, jornais como o Le Soir, L’Avenir ou L’Echo suspenderam a cobertura das ações em curso, de acordo com informações nas suas páginas oficiais na Internet ou na rede social Twitter.

Publicidade

“As operações estão em curso no coração de Bruxelas. A região continua em estado de alerta máximo. O L’Echo suspendeu, a pedido das autoridades, a publicação de detalhes quanto às operações dos serviços da polícia e das forças armadas”, refere o jornal na sua página online.

Já o jornal Le Soir escreve na sua conta oficial no Twitter, que apenas fará “um balanço completo depois das operações policiais em curso, para não as comprometer”.

O L’Avenir escreve que “como todas as redações, suspendeu momentaneamente as informações em curso sobre as operações em Bruxelas”.

Artigo anteriorEsch/Alzette: Mercado de natal inaugurado
Próximo artigoDjokovic vence Masters de ténis e faz história

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui