Início Comunidades Miguel Albuquerque esperançado no aumento das empresas de luso-venezuelanos na Madeira

Miguel Albuquerque esperançado no aumento das empresas de luso-venezuelanos na Madeira

841
0

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, deixou hoje Caracas com a certeza de que a “missão está cumprida” e que aumentará o número de empresários luso-venezuelanos que se associarão ao Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM).

“Cerca de 3% das empresas sediadas no CINM são daqui da Venezuela, e temos grandes hipóteses de crescimento, sobretudo para empresários da área da exportação e importação sediarem lá as empresas”, declarou.

Miguel Albuquerque falava à agência Lusa, em Caracas, no âmbito daquela que foi a sua primeira visita à Venezuela como presidente do Governo regional.

Publicidade

Durante a visita, de quatro dias, o governante madeirense participou numa conferência sobre a “Madeira do Futuro” e reuniu-se com membros da comunidade lusa, de quem ouviu algumas preocupações.

“Qualquer atividade empresarial sobretudo ligada para a área internacional pode lá (CINM) estar sediada”, disse, vincando que no CINM começa também a haver uma importante presença de empresas da Colômbia.

Segundo Miguel Albuquerque, o CINM “tem a vantagem de ter uma atratividade efetiva, mas com a credibilidade e a segurança de ser uma zona que está integrada na União Europeia”.

“Todos os investimentos feitos a partir de uma empresa sediada na Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (administradora do CINM) tem toda a credibilidade, rentabilidade e transparência que hoje os ‘off-shores’ internacionais não oferecem”, frisou.

Miguel Albuquerque frisou que, em Caracas, “os objetivos estão cumpridos e bem cumpridos, apesar de ter sido uma viagem curta, de trabalho, muito intensa”.

Questionado sobre as preocupações da comunidade lusa, destacou, além da insegurança, a questão das dificuldades para conseguir voos para o Funchal, “da ligação ao nosso país e à Madeira, em particular”, uma área em que garantiu ir trabalhar.

Por outro lado, o chefe do Governo madeirense destacou a importância do apoio ao Lar da Terceira Idade Padre Joaquim Ferreira e sublinhou que numa próxima visita as suas atenções estarão centradas nas cidades de Valência e Maracay, onde existe uma importante comunidade portuguesa.

Após Caracas, Miguel Albuquerque desloca-se a Miami, nos Estados Unidos, onde vai encontrar-se com a comunidade madeirense local e participar numa conferência focada no Centro Internacional de Negócios da Madeira e o Turismo, organizada pelo Ocean Bank.

Artigo anteriorBenfica perde com Antuérpia Giants na FIBA Europe Cup de basquetebol
Próximo artigoLuxemburgo: Acidente mortal na A6

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui