Início Crime Tiroteio no Mali: pelo menos três pessoas mortas entre os reféns

Tiroteio no Mali: pelo menos três pessoas mortas entre os reféns

903
0

Bamako, Mali. Pelo menos três reféns foram mortos hoje pelos ‘jihadistas’ que tomaram um hotel de luxo na capital do Mali, Bamako, anunciou o porta-voz do ministro da segurança interna, que acrescentou que doze pessoas foram já libertadas.

“Três reféns foram mortos”, disse a mesma fonte, que indicou que as nacionalidades estavam a ser verificadas.

O mesmo responsável disse que os reféns foram libertados graças à intervenção das forças especiais e referiu que há “dois ou três” assaltantes.

Publicidade

Um assalto está em andamento na sexta-feira de manhã no Hotel Radisson  de Bamako, no centro da capital. Cento e quarenta clientes e trinta funcionários, incluindo franceses, foram feitos reféns por dois assaltantes, que mataram pelo menos três pessoas.

Este estabelecimento é principalmente frequentado por estrangeiros que vêm trabalhar no Mali, incluindo muitos soldados europeus, representantes de organizações internacionais e funcionários da Air France. A polícia estabeleceu um perímetro de segurança ao redor do hotel, que tem 190 quartos.

Disparos de armas automáticas foram ouvidos no exterior. “Acontece no sétimo andar, os jihadistas estão a disparar no corredor”, disse uma fonte da segurança à AFP. É neste andar que estão localizados os quartos das tripulações da Air France, de acordo com as nossas informações.

Uma testemunha fora do hotel, acompanhada por um jornalista do Libération, explica ter visto dez assaltantes entrarem, no Radisson, dentro de um carro com placa diplomática gritando “Allahou Akbar” (Alá é Grande) antes de disparar com armas automáticas. Alguns reféns foram libertados pelos sequestradores, pessoas que recitavam versos do Corão.

Em 7 de março, um ataque contra um bar-restaurante em Bamako tinha matado cinco pessoas, incluindo um francês e um belga. Este foi o primeiro ataque deste tipo perpetrado na capital do Mali.

 

 

Artigo anteriorVila Real, Bragança e Guarda sob aviso laranja devido ao nevoeiro
Próximo artigoUE decide reforço imediato do controlo nas fronteiras Schengen

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui