Início Mundo Atentados em Paris Homem que emprestou andar aos ‘jihadistas’ em previsão preventiva por mais 24...

Homem que emprestou andar aos ‘jihadistas’ em previsão preventiva por mais 24 horas

1085
0

Paris, 22 nov (Lusa) – Jawad Bendaoud, o homem que cedeu o andar aos ‘jihadistas’ que se barricaram na última quarta-feira em Saint Denis, na periferia norte de Paris, vai ficar em prisão preventiva por mais 24 horas, informaram hoje os media franceses.

Bendaoud está detido desde quarta-feira e a detenção pode prolongar-se até terça-feira, mas a extensão da detenção a partir do quarto dia só pode ser feita por decisão de um juiz em caso de risco de ação terrorista iminente ou por questões de cooperação internacional.

No dia do assalto das forças da ordem, que durou sete horas e mobilizou cerca de cem agentes, Bendaoud, de 30 anos e que já esteve preso entre 2008 e 2013, assegurou aos meios de comunicação que não conhecia as pessoas que se tinham alojado no andar e afirmou que apenas tinha prestado um favor a um amigo.

Publicidade

O assalto das forças da ordem era dirigido contra o belga Abdelhamid Abaaoud, considerado o cérebro dos atentados de Paris de 13 de novembro, dos quais resultaram 130 mortos e mais de 300 feridos.

Na sequência do assalto, Abaaoud morreu, bem como uma prima, Hasna Aitboulahcen, e um terceiro homem que se soube, depois de comparar o ADN com o Ficheiro Nacional Automático de Dados Genéticos (FNAEG, nas siglas en francês), que não estava registado pela Polícia.

Oito pessoas foram detidas no total, cinco no apartamento e outras três nas imediações, mas sete foram libertadas no sábado e o único que ainda está a ser interrogado pelos investigadores é Bendaoud.

Artigo anteriorBruxelas continua em alerta máximo, de portas fechadas e ruas vazias
Próximo artigoVocalista dos Eagles of Death Metal recorda ataque ao Bataclan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui