Início Mundo Suíça Diamantes em busca de recordes em Genebra

Diamantes em busca de recordes em Genebra

1058
0
O «Blue Moon Diamond» é o maior diamante azul, com a forma de almofada, apresentado num leilão. Imagem: Keystone

Genebra. Diamantes excepcionais, um azul de 12,3 quilates e um rosa de 16,09 quilates poderão bater o recorde mundial do leilão Sotheby’s e Christies na próxima semana, em Genebra, durante as suas vendas tradicionais de alta joalharia, em novembro.

Sotheby’s apresenta o diamante mais caro do leilão, que atrai todos os anos a Genebra profissionais e amadores de todo o mundo em busca de peças de exceção ou de coleção.

Sotheby’s coloca à venda um diamante azul chamado “Blue Moon Diamond”, no dia 11 de novembro, estimado entre 35 e 55 milhões de dólares, pela casa de leilões, um potencial recorde mundial na sua categoria.

Publicidade

Pesando 12,03 quilates, com a forma de almofada, este diamante foi certificado Fancy vivid blue, pelo Instituto de Gemologia da América, a cor mais rara e mais desejável para um diamante azul, de acordo com a Sotheby’s.

Este é o maior diamante azul em forma de almofada já alguma vez apresentado em leilão. A sua descoberta na mina Cullinan, na África do Sul, foi anunciada em janeiro de 2014 pela Petra Diamonds, a empresa proprietária da mina.

O recorde mundial para um diamante e uma jóia vendidos em leilão continua a ser detida pelo Graff Pink, desde novembro de 2010, um diamante rosa Fancy Intense Pink de 24,78 quilates leiloado pela Sotheby’s, em Genebra, por 46,15 milhões de dólares.

Artigo anteriorSuécia: Refugiados esgotam ‘stocks’ de camas e colchões em lojas do IKEA
Próximo artigoEstoril-Praia e Académica empatam a um golo na abertura da 10.ª jornada da I Liga

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui