Início Mundo Estado Islâmico Bagdade anuncia ofensiva contra o Daesh em Mossul

Bagdade anuncia ofensiva contra o Daesh em Mossul

862
0

Mossul, 18 nov (Lusa) – A aviação iraquiana lançou hoje milhares de folhetos sobre a cidade de Mossul, no norte do Iraque, para avisar os residentes de que as tropas de Bagdade vão lançar uma ofensiva contra as posições do Daesh na região.

O chefe do Comité de Segurança de Ninive, cuja capital provincial é a cidade de Mossul, Mohamed al Bayati, disse à agência EFE que os folhetos do exército referem que a “batalha contra os extremistas vai ser decisiva”.

De acordo com a mensagem inscrita no panfleto, as forças governamentais apoiadas pelos combatentes dos clãs tribais sunitas e da milícia xiita “Multidão Popular” dirigem-se para a cidade, depois das vitórias alcançadas em Biyi (norte de Bagdade) e Anbar, a Oeste da capital iraquiana.

Publicidade

Deste modo, o exército pediu aos residentes de Mossul para se manterem afastados das posições e das instalações ocupadas pelos membros do Daesh, também autoproclamado Estado Islâmico, na cidade, principal bastião dos extremistas islâmicos no norte do Iraque.

A mesma mensagem pede aos jovens que se juntaram ao Daesh para abandonarem a organização para que “se possam salvar”.

Por outro lado, uma fonte das forças de segurança de Bagdade disse à EFE que milhares de folhetos foram também lançados nos arredores de Mossul.

A mesma fonte disse que o Ministério da Defesa pediu à população local para colaborar com os serviços de segurança e acatar as recomendações que são emitidas através da emissora de rádio do Exército.

Bagdade pôs também à disposição dos cidadãos um número de telefone gratuito para que possam ser transmitidas informações sobre o DAESH em Mossul.

Al Bayati sublinhou que “desta vez” o governo iraquiano “vai mesmo” libertar a cidade, referindo-se a anúncios semelhantes anteriormente divulgados pelo governo iraquiano.

Atualmente, as tropas governamentais encontram-se perto de Al Sharqat, entre Mahmur e Al Qayara, a cerca de 100 quilómetros a sul de Mossul.

O Daesh conquistou Mossul em junho de 2014 e, pouco depois proclamou um califado nos territórios controlados na Síria e no Iraque.

Artigo anteriorDetidos nas Honduras cinco sírios que tentaram entrar nos EUA com passaportes falsos
Próximo artigoProcuradoria esclarece que cérebro dos ataques não foi detido

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui