Início Mundo Cabo Verde Aldeia da ilha de Santo Antão tem «a segunda melhor vista no...

Aldeia da ilha de Santo Antão tem «a segunda melhor vista no mundo»

18126
0

A edição espanhola da revista National Geographic elegeu a aldeia de Fontainhas, localizada numa encosta «verdejante» na ilha de Santo Antão, como o segundo lugar «com a melhor vista no mundo».

Localizada na freguesia de Nossa Senhora do Livramento, concelho de Ribeira Grande de Santo Antão, Fontainhas é comparada pela publicação «a um presépio, com as suas pequenas casas cravadas nas montanhas».

No top 10 das paisagens com as melhores vistas do mundo estão ainda Bonifácio (França), Ortahisar (Turquia), Agira e Orvieto (Itália), Montefrio e Castellfollit de la Roca (Espanha), Villars sur Ollon (Suíça) e Vatheia (Grécia).

Publicidade

fontainhas-santo-antao-c-verde

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Orlando Delgado, reagiu com «enorme satisfação e orgulho» à notícia da eleição de Fontainhas como um dos dez povoados com melhor vista no mundo. «Esta eleição deve orgulhar todos os cabo-verdianos, no país e na diáspora, porque eleva o nome de Cabo Verde», disse Orlando Delgado, destacando o facto de a National Geographic ser «uma revista internacional e insuspeita», facto que, à partida, «prestigia a eleição» de Fontainhas.

Orlando Delgado disse que todos os que visitam Fontainhas ficam deslumbrados com a forma como, lembrando um presépio, as casas estão «esculpidas» na rocha, e que os residentes só não têm a consciência de tanta beleza «porque estamos aqui todos os dias e nos habituamos a ela».

Segundo Orlando Delgado, a eleição de Fontainhas como segunda localidade com melhor vista do mundo traz também responsabilidades acrescidas às autoridades nacionais, sobretudo no que toca ao acesso à localidade. «Agora mais do que nunca vai ter que se repensar a questão da acessibilidade a Fontainhas, que é um dos principais problemas que se colocam à localidade», disse Orlando Delgado, lembrando que, aquando da inauguração do sistema de abastecimento de água local, o primeiro-ministro «comprometeu-se a ajudar na reabilitação do acesso».

No entendimento de Orlando Delgado, ter a segunda vista mais bonita do mundo implica que «algum esforço seja feito a nível nacional» para a requalificação do acesso e desse «presépio natural».

Artigo anteriorOrganizações portuguesas há dois meses à espera de refugiados
Próximo artigoLuxemburgo entre os doadores mais influentes do mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui