Início Comunidades Portugueses vendem castanhas em Paris para os magustos dos emigrantes

Portugueses vendem castanhas em Paris para os magustos dos emigrantes

1342
0

O assistente espiritual da Obra Católica Portuguesa das Migrações (OCPM) disse à Agência ECCLESIA que encontrou em Paris portugueses a vender castanhas junto das comunidades na diáspora para assinalar o dia de São Martinho.

“É interessante que essas tradições não ficaram apenas em Portugal. Há poucos dias estive em França e fiquei impressionado por ver carrinhas carregadas de castanhas que vão diretamente de Portugal ser vendidas à porta das igrejas junto das comunidades portuguesas”, disse o frei Francisco Sales.

O frade franciscano acrescentou que ficou “impressionado” com os migrantes portugueses a preparem os magustos de São Martinho que se festejaram ontem, mas, “tradicionalmente, começam no Dia de Todos os Santos”.

Publicidade

“Manifesta de facto a grandeza da dimensão da partilha, da fraternidade, e a importância que tem esta celebração do São Martinho”, analisa o assistente espiritual da OCPM.

Esta celebração festiva, associada ao magusto, “está ligada” a uma dimensão de “princípio de outono e fim de colheitas” e é propícia para as comunidades crentes “promovem momentos de encontro” onde os cristãos “criam laços e aproximam-se uns dos outros”, considera.

“Muitas das comunidades são enormes e as pessoas não se conhecem. É fundamental criar espaços de encontro porque a amizade e relação entre pessoas tem de partir por um olhar nos olhos”, explicou o sacerdote para quem “toda a celebração religiosa deve ter esta dimensão festiva e de partilha”.

Artigo anteriorPortugal goleia Albânia e reforça comando na qualificação para o Europeu sub-21
Próximo artigoAlemanha Polícia descobre vários corpos de bebés numa propriedade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui