Início Atualidade Visabeira assina parceria com um dos maiores grupos chineses de construção

Visabeira assina parceria com um dos maiores grupos chineses de construção

1148
0

O grupo Visabeira anunciou hoje uma parceria com os chineses do Beijing Urban Construction Group (BUCG) para “cooperação estratégica” em negócios na área das infraestruturas, obras públicas, energia e imobiliária na Europa e em África.

Em comunicado, o grupo português adianta que o memorando de entendimento com o que diz ser “uma das maiores empresas de construção e obras públicas mundiais” foi assinado em Pequim pelo presidente da Visabeira Global, João Castro, e pela ‘international vice president’ do BUCG, Ding Li.

O objetivo, adianta, é promover a “cooperação estratégica no desenvolvimento de negócios nas principais áreas comuns de atividade dos dois grupos, nomeadamente na construção de infraestruturas, obras públicas, energia e imobiliária”.

Publicidade

Os signatários comprometem-se a “tirar partido do seu posicionamento estratégico e do conjunto de recursos e atividades económicas que desenvolvem para, em cooperação, promoverem os seus atuais e futuros projetos, nomeadamente, nos continentes africano e europeu”.

Segundo esclarecem, a cooperação entre os dois grupos pode ir desde a constituição de empresas de capitais mistos até à participação em novos projetos em regime de consórcio.

“Os termos gerais do entendimento firmado vão permitir a expansão internacional do grupo Visabeira para outros mercados, representando um enorme potencial de crescimento para a multinacional portuguesa, bem como para o importante grupo chinês”, sustenta a empresa portuguesa.

Operando nos segmentos da construção civil, imobiliário, obras públicas, consultadoria, investimento e financiamento, o BUCG detém mais de 120 empresas subsidiárias e é apontado como sendo “internacionalmente reconhecido como uma das maiores e mais influentes empresas do mundo”.

Responsável pela construção de mais de três milhões de metros quadrados de imobiliário, o grupo chinês assinou, na China, projetos como a construção do Estádio Olímpico (conhecido como “O Ninho”), o Teatro Nacional de Artes Performativas, o Museu Nacional, a Vila Olímpica, o Pavilhão Olímpico de Basquetebol e o Terminal do Aeroporto de Pequim.

A nível internacional, foi responsável pelo desenvolvimento de projetos como o Metro de Teerão (Irão), The Bintumani Hotel (Freetown, Serra Leoa), Escola Internacional – Help University (Malásia), Malaysia Banyan Tree Hotel, Malaysia Pearl Tower, Atria Shopping (Malásia), Teatro Nacional do Senegal, Ópera da Argélia e o empreendimento California Life, entre outros.

Já o Grupo Visabeira, através da Visabeira Global SA, opera há 35 anos e tem atualmente atividade na Europa, África e América do Sul nos domínios da construção, obras públicas e infraestruturas, nomeadamente nas áreas da construção de infraestrutura de energia, telecomunicações, saneamento e tratamento de resíduos e na construção de infraestruturas rodoviárias e ferroviárias.

Com operações ativas em 16 países (Portugal, Espanha, França, Alemanha, Bélgica, Reino Unido, Dinamarca, Suécia, Brasil, Estados Unidos da América, República Dominicana, Marrocos, África do Sul, Angola, Moçambique e Índia), o grupo Visabeira emprega 9.500 trabalhadores e comercializa os seus produtos e serviços em 70 países.

Artigo anteriorCristiano Ronaldo comprou mais uma “bomba”
Próximo artigoMéxico em alerta máximo antes da chegada do poderoso furacão Patricia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui