Início Mundo América Venezuela: Quase duas toneladas de livros para o ensino de português distribuídos

Venezuela: Quase duas toneladas de livros para o ensino de português distribuídos

933
0

A coordenação do ensino do português na Venezuela iniciou hoje a distribuição em escolas e clubes luso-venezuelanos de quase duas toneladas de livros para o ensino da língua, que foram enviados de Portugal.

“Isto representa um esforço do Estado português em apoiar o (emigrante) português na Venezuela e o ensino do português no país”, disse o coordenador do Instituto Camões.

Rainer Sousa falava à agência Lusa, em Caracas, à margem da cerimónia de entrega de livros na Unidade Educativa Los Chaguaramos, uma escola onde uma centena de crianças aprende diariamente a língua portuguesa no ensino primário, e dezenas de jovens e adultos aos fins de semana.

Publicidade

“É um reconhecimento do trabalho que as instituições têm feito durante anos, que às vezes parecia que ninguém via (…) chegou o momento de se dar conta de que aqui há gente valiosa, que está a trabalhar para a promoção e divulgação da nossa língua”, frisou.

Rainer Sousa salientou que nas recentes visitas que o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, efetuou à Venezuela lhe foi transmitida a necessidade de apoiar o ensino do português com livros originais.

O mesmo responsável acrescentou que as editoras Lidel e Porto Editora estiveram em março na Venezuela para “vender os livros a preços solidários”, mas a grande procura que então se verificou fez esgotar os exemplares disponíveis “em dois os três dias”.

Os livros que estão a ser distribuídos destinam-se à grande maioria das instituições que ensinam português em Caracas e nas cidades de Valência, Barquisimeto, Maracay e Maracaibo.

Artigo anteriorEtapa de Peniche do circuito mundial de surf cumpre quinto dia de espera
Próximo artigoTaça da Liga leva Benfica a casa do Oriental e FC Porto à do Famalicão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui