Início Culturas Arquitetura Universidade de Évora atribui Honoris Causa a Siza Vieira e José Cutileiro

Universidade de Évora atribui Honoris Causa a Siza Vieira e José Cutileiro

1183
0

O arquiteto Álvaro Siza Vieira (na foto) e o embaixador José Cutileiro vão ser distinguidos com o grau de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Évora (UE), numa cerimónia agendada para dia 16 deste mês, foi hoje anunciado.

A academia alentejana, em comunicado, justificou hoje a atribuição do título a Álvaro Siza Vieira pelo “seu mérito artístico e cultural, no contexto da arquitetura nacional e internacional”.

O doutoramento ao arquiteto acontece também, realçou a academia, “no momento em que a UE reequaciona e reforça a sua implantação no domínio das Artes” e em que “Évora, como cidade, se encontra num processo de robustecimento do seu estatuto de Património Mundial”.

Publicidade

“A relevância do arquiteto Siza Vieira na construção do sentido urbano de uma cidade é mais do que reconhecida e dela é exemplo a sua obra construída em Évora”, acrescentou a universidade.

Já a outorga do doutoramento Honoris Causa a José Cutileiro, pretende “prestigiar o antropólogo, diplomata, embaixador, alentejano, nascido em Évora e uma das figuras maiores da intelectualidade da segunda metade do século XX português”.

“Com uma carreira internacional de prestígio e importantes serviços prestados ao país na área da política externa e ao Alentejo, em particular, sobretudo no domínio das ciências sociais, o seu trabalho magistral ficará para sempre como uma obra de referência nos estudos da Antropologia social do século XX”, enalteceu a UE.

A sessão solene agendada para dia 16, a partir das 15:00, vai decorrer na Sala de Atos do Colégio do Espírito Santo, o principal edifício da UE.

O título de Doutor Honoris Causa, lembrou hoje a academia, é atribuído a “individualidades que tenham contribuído de forma excecional para o progresso da ciência, da técnica, da arte ou ainda para o bem-estar social e cultural dos povos”.

Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira nasceu em Matosinhos, em 1933, e estudou Arquitetura na Escola Superior de Belas Artes do Porto, entre 1949 e 1955, tendo a sua primeira obra sido construída em 1954.

Foi professor na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, cidade onde exerce a sua profissão, ganhou o Prémio Pritzker, em 1992, e é membro de várias organizações nacionais e internacionais, ligadas à arquitetura e às artes.

Quanto a José Cutileiro, nasceu em Évora, em 1934, e estudou Arquitetura e Medicina em Lisboa, diplomando-se em Antropologia Social e doutorando-se em Oxford (Inglaterra), em 1968.

Em 1974, a convite de Mário Soares, juntou-se ao serviço diplomático, sendo embaixador em Maputo e Pretória e desempenhando, ao longo dos anos, várias funções, além de, entre 2005 e 2014, ter sido Conselheiro Especial do Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

Publicou dois livros de versos, a monografia antropológica “Ricos e Pobres no Alentejo”, um ensaio sobre a crise jugoslava e artigos sobre relações internacionais, entre outros.

Artigo anteriorTestemunhas confirmam urgência de compra de camas para hospitais timorenses em julgamento de ex-ministra
Próximo artigoRonaldo, Tiago e Ricardo Carvalho falham jogo de Portugal na Sérvia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui