Início Desporto Taça da Liga leva Benfica a casa do Oriental e FC Porto...

Taça da Liga leva Benfica a casa do Oriental e FC Porto à do Famalicão

800
0

O sorteio da terceira fase da Taça da Liga de futebol ditou hoje alguns encontros históricos, nomeadamente com o detentor do troféu Benfica a visitar o Oriental e o estreante FC Famalicão a receber o FC Porto.

O Benfica, vencedor de seis das oito edições da Taça da Liga, ficou inserido no grupo B e terá como adversários, além do Oriental, da II Liga, o Nacional e o Moreirense, ambos também da I Liga.

Sílvio Cervan, vice-presidente do Benfica, recordou os seis triunfos dos ‘encarnados’ na competição e manifestou o desejo do representante do Oriental, antes do sorteio, de querer o mesmo grupo das ‘águias’.

Publicidade

“Já vencemos seis das oito edições deste troféu e queremos, uma vez mais, disputar a vitória. Todos os troféus estão na cabeça do Benfica e este não é exceção. Temos de ser capazes, competentes e, respeitando os adversários, jogar para ganhar”, disse.

Inserido no grupo C, juntamente com as equipas do Paços de Ferreira, Arouca e Portimonense, o Sporting apresenta como principal trunfo para esta edição da Taça da Liga o treinador vencedor de cinco das seis últimas edições, Jorge Jesus.

Octávio Machado, diretor-geral para o futebol dos ‘leões’, assegurou, no final do sorteio, que, “apesar de estarem estabelecidas prioridades, a equipa tem como objetivo conquistar a Taça da Liga” e que “o clube já demonstrou que tem capacidade de dar respostas positivas”.“Estamos a criar o hábito de ganhar em qualquer campo e em qualquer competição.

O hábito de que ganhar é normal. Há prioridades, todos os clubes estabelecem as suas, mas vamos procurar atingir todos os objetivos”, defendeu Octávio Machado, para quem “sorteio é sorteio”.
Quanto aos números do atual treinador dos ‘leões’ na Taça da Liga, o diretor do Sporting considera que é “um registo que atesta a qualidade do técnico e do trabalho que tem vindo a fazer”.

“É isso que queremos agora no Sporting, que as conquistas sejam uma normalidade e não algo que acontece por acaso”, defendeu.

O Sporting de Braga, vencedor da edição de 2012/2013 e presença habitual nas meias-finais da prova, ficou inserido no grupo D, juntamente com Belenenses, Rio Ave e Leixões, e o seu representante, Rui Casaca, recordou que é um troféu que já tem a marca ‘arsenalista’.

“É um grupo que não é fácil, muito equilibrado, com equipas muito boas e num mês com muitos jogos, que podem ser nove no total. É uma Taça que já tem a nossa marca e queremos continuar a prestigiar”, referiu Rui Casaca.

O representante do Sporting de Braga recordou que a Taça da Liga é uma competição que merece todo o empenho da equipa e que assim irá continuar. “Vamos tentar fazer sempre o melhor, mesmo sabendo que não vai ser fácil”, disse.
E um dos adversários do Sporting de Braga no grupo D é precisamente o Rio Ave, que, de acordo com o seu presidente, António da Silva Campos, traçou já como objetivo chegar à final, respeitando sempre o valor dos adversários.

“É uma competição em que o Rio Ave esteve na final há dois anos e o nosso objetivo passa, sempre com respeito pelos adversários, por chegar novamente à final, juntamente com a final da Taça de Portugal”, defendeu António da Silva Campos.

Para o estreante FC Famalicão, inserido no grupo A, juntamente com FC Porto, Marítimo e Feirense, a receção aos ‘dragões’, de acordo com o seu representante Rui Borges, poderá constituir uma oportunidade para mostrar o crescimento do clube.

“É um momento histórico para o clube que está pela primeira vez na Taça da Liga. Vamos receber uma equipa grande (FC Porto) no nosso estádio e isso irá nos dar alguma visibilidade.

Do ponto de vista desportivo, o facto de o grupo integrar mais uma equipa da II Liga (Feirense) deixa-nos aspirar a ir o mais longe possível”, acrescentou.

A terceira fase da Taça da Liga será composta por três jornadas e disputada por 12 equipas, em quatro grupos, apuradas na segunda fase e as quatro equipas da I Liga classificadas na época transata dos 1.º ao 4.º lugares.

Artigo anteriorVenezuela: Quase duas toneladas de livros para o ensino de português distribuídos
Próximo artigoVasco Ribeiro: “Vou dar tudo, é aqui que quero estar”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui