Início Saúde Suíça: Botulismo deixa emigrante ‘de cama’ até dezembro

Suíça: Botulismo deixa emigrante ‘de cama’ até dezembro

O polícia português garante que não comprou produtos da marca 'Origem Transmontana'.

2605
0

Suíça. Durante a semana passada, foram noticiados vários casos de botulismo por parte de pessoas que ingeriram alheiras que a Direção Geral de Saúde dizem pertencer à marca ‘Origem Transmonstana’.

Um desses casos foi o de Ricardo Sousa, filho de emigrantes que em setembro veio a Portugal passar férias e, numa deslocação a Bragança para um almoço em família, comeu uma alheira que o deixou doente.

Agora, em entrevista ao Jornal de Notícias, o polícia de 30 anos diz que “já emagreceu 10 quilos” e que só regressará ao trabalho “em dezembro” uma vez que, até aí, continuará “a fazer tratamentos para a toxina não progredir no organismo”.

Publicidade

No entanto, o doente afirma não ter comprado produtos da marca ‘Origem Transmontana’.

Artigo anteriorOnze empresas portuguesas participam em feira internacional de tecidos em Xangai
Próximo artigoCaminhos do Cinema Português, em Coimbra, recebe mais de mil filmes candidatos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui