Início Atualidade Quarteto português sFourzato em festival de música no sul do Brasil

Quarteto português sFourzato em festival de música no sul do Brasil

1037
0

O quarteto de cordas sFourzato, composto por quatro músicos portugueses, participa no Festival Harmos Brasil 2015, que se realiza de quarta-feira a domingo, na cidade de Santa Maria, no sul do país.

Premiado recentemente no Prémio Jovens Músicos, na categoria Música de Câmara Nível Superior, o quarteto é constituído por Rui Gomes e Inês bastos nos violinos, Fábio Vidago, na viola, e Nuno Ferreira, no violoncelo.

Outros músicos portugueses têm também participação esperada no festival, como o violetista Jorge Alves, o clarinetista Tiago Bento, o cantor Bruno Pereira e o maestro, pedagogo e clarinetista António Saiote, assim como Mário Azevedo, na área de educação e apreciação musical, divulgou a organização.

Publicidade

Nos seus concertos participam também músicos brasileiros, como o guitarista Elladio Jardas e o baterista Lucas Casacio, ambos da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), São Paulo, entre outros provenientes de escolas da Suécia e da Catalunha.

O 1.º festival Harmos no Brasil vai decorrer até dia 01 de novembro, com espetáculos musicais, oficinas e seminários, e uma proposta de expor, tanto a expressão clássica como a popular, nas instalações da Universidade Federal de Santa Maria, na cidade de mesmo nome, no Rio Grande do Sul.

O evento tem por base dois festivais portugueses – o Harmos Classical e o Harmos Plural -, que reúnem artistas provenientes de diferentes escolas superiores de música ao nível mundial, e possui promoção internacional da Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo (ESMAE), do Instituto Politécnico do Porto.

A organização no Brasil é da responsabilidade da Universidade Federal de Santa Maria e da prefeitura (câmara municipal) da cidade.

A edição brasileira do festival realiza-se cerca de um mês após a conclusão do Harmos Plural 2015, que decorreu em Portugal de 15 a 20 de setembro, nas cidades do Porto, de Barcelos e de Vila Nova de Gaia.

O Harmos teve início em Portugal em 2006, como festival de música de câmara, com artistas de escolas de música dos cinco continentes.

Em 2013, o projeto alargou o espetro da programação à arte sonora, ao jazz, à world music, à pop e ao rock, à electrónica e a cruzamentos disciplinares, com o Harmos Plural, que já chegou a mais de uma dezena de cidades, sobretudo do centro e norte de Portugal.

O festival tem direção artística da ESMAE e produção do Polo de Indústrias Criativas da Universidade do Porto (UPTEC).

 

Artigo anteriorGoverno: Lista dos ministros do XX Governo Constitucional
Próximo artigoUtentes surdos vão ter tablet com tradução em vídeo no Hospital da Feira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui