Início Crime Prisão domiciliária de Ricardo Salgado substituída por caução de 3 milhões

Prisão domiciliária de Ricardo Salgado substituída por caução de 3 milhões

735
0

Lisboa, 21 out (Lusa) – O ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) Ricardo Salgado viu hoje as medidas de coação alteradas, podendo ficar em liberdade, mediante o pagamento de uma caução de três milhões de euros, revelou o Ministério Público.

“O arguido fica igualmente sujeito à proibição de contactos, designadamente com os restantes arguidos no processo, e à proibição de se ausentar para o estrangeiro”, refere uma nota à imprensa hoje divulgada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Ricardo Salgado estava em prisão domiciliária, desde 24 de julho, no âmbito do processo “Universo Espírito Santo”.

Publicidade
Artigo anteriorGalo de Barcelos e Porto cosmopolita podem coexistir, diz câmara
Próximo artigoEstudos científicos mostram eficácia de tratamento do AVC que reduz 6% das mortes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui