Início Portugal Migrações: Municípios trasmontanos reiteram disponibilidade para receber refugiados

Migrações: Municípios trasmontanos reiteram disponibilidade para receber refugiados

945
0

O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-Montes reiterou hoje no final da reunião do conselho daquele órgão, que decorreu em Mogadouro, que os nove municípios que integram estrutura continuam interessados em receber refugiados.

Em declarações à agência Lusa, Américo Pereira disse que é preciso ajudar a integrar os migrantes no sistema da região, como é o caso da rede transportes, das escolas, da saúde, ou em programas ocupacionais, entre outras atividades locais.

“Definitivamente temos que colocar de lado alguns fantasmas, nomeadamente que há gente carenciada na região e que a prioridade terá de ser para essas pessoas. Isso é perfeitamente verdade. Porém, não significa que os municípios virem as costas aos que estão fugir da guerra, da fome e da destruição”, indicou.

Publicidade

Segundo o responsável, cada município ajudará mediante as suas possibilidades, não pondo em causa, “os interesses dos residentes”.

“Este é um problema que Bruxelas agarrou e financia. A quase totalidade das despesas tidas como os migrantes é paga pela União Europeia. Definitivamente, gostaria de não voltar a ouvir dizer que se estão a esquecer os residentes, para dar preferência aos refugiados. Só assim podermos desmontar a nossa solidariedade”, enfatizou Américo Pereira.

O também autarca de Vinhais (Bragança) lembrou que houve portugueses que também já foram refugiados “e que houve países de Europa que acolheram os emigrantes no tempo da ditadura e não só”.

Para além dos municípios, os representantes da CIM trasmontana são da opinião que instituições como a Igreja ou misericórdias devem participar “neste esforço conjunto”.

Os concelhos da CIM Terras de Trás-os-Montes aguardam agora “pelo processo de conversação” com as entidades competentes, sublinhando que “o principal objetivo e o que aqui está em causa é uma questão humanitária”.

A Comunidade Intermunicipal de Trás-os-Montes é composta por nove dos 12 concelhos do distrito: Bragança, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro, Vimioso, Vinhais, Vila Flor e Alfândega da Fé.

Artigo anteriorEleições: PaF elege três deputados e PS um na votação no estrangeiro
Próximo artigoSerra Leoa sem novos casos de ébola há quatro semanas – OMS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui