Início Ambiente Maçãs com pesticidas, de acordo com o Greenpeace

Maçãs com pesticidas, de acordo com o Greenpeace

973
0

Suíça. As maçãs produzidas da maneira convencional estão cheias de pesticidas. Segundo o Greenpeace, 83% das amostras que recolheu na Europa contêm essas substâncias. Na Suíça, são cumpridos os limites legais, mas os efeitos na saúde não podem ser excluídos.

A organização ambientalista comprou 126 amostras de maçã em supermercados. Nenhum pesticida foi encontrado em maçãs bio, mas o laboratório independente que as analisou descobriu químicos na maioria das maçãs convencionais vendidas. Cerca de 60% dos frutos foram contaminados com dois ou mais produtos químicos.

Migros, Coop, Aldi, Lidl

Na Suíça, a Greenpeace obteve amostras do Aldi, Coop, Lidl e Migros. Resultado, foi descoberta uma média de quase dois tipos (1,8) de pesticidas.

Publicidade

A amostra comprada na Migros foi a mais contaminada com vários resíduos, mas a Coop também apresentou algumas substâncias. O produto químico THPI- uma substância de degradação do fungicida captan – foi encontrado em maçãs para crianças Jamadu.

Biodiversidade ameaçada

A actual utilização de pesticidas já tem “efeitos adversos graves” sobre a biodiversidade e ameaçam o nosso ecossistema, como a polinização. Para combater este fenómeno, temos de fazer uma cruz na agricultura intensiva e nos produtos químicos.

 

Artigo anteriorFrancine Closener participou na cerimónia de abertura da conferência ICT 2015, em Lisboa
Próximo artigoAvião militar norte-americano despenhou-se em Inglaterra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui