Início Portugal Idosas de Ermesinde são protagonistas do calendário mais sexy e original de...

Idosas de Ermesinde são protagonistas do calendário mais sexy e original de 2016

3632
0

Não são propriamente manequins, mas são bonitas e sensuais, e são as protagonistas de um calendário que já está a dar que falar em todo o país.

Depois das fotos das coelhinhas da Playboy, dos bombeiros musculados ou de belos padres de batina, agora são as idosas da Casa do Povo de Ermesinde a brilhar em doze fotos para doze meses, mais a decana, na capa. A primeira página do mostra logo ao que vêm: vestida aos anos 20, Rosa Sousa, de 91 anos de idade, segura um olhar de desafio às convenções sociais, de cigarrilha na mão e plumas vermelhas.

Depois, a cada mês, uma mulher mostra que o sentido de humor e a autoestima não se contam pelos anos do calendário, mas pela juventude do espírito que prova ter. Há a Capuchinho Vermelho a mostrar o joelho, a motoqueira ao lado de uma bomba, a “cowgirl” de rédeas na mão, a colegial e a dominadora em plena atividade, a vampira matadora ou a mãe-Natal, no mês de dezembro. Tudo em versão pós 70 anos, exceto a miss março, uma jovem de 63 anos. E todas devidamente vestidas mas em poses sugestivas, tal como a Playboy já disse que irá fazer no próximo ano.

Publicidade

A primeira edição, de 200 exemplares, foi lançada no dia 9 e esgotou em poucos dias. A iniciativa, idealizada por uma técnica, pretende angariar fundos para a instituição que serve 50 utentes no centro de dia e presta apoio domiciliário a mais 35 pessoas. “Todas as instituições de solidariedade sem fins lucrativos passam por dificuldades. Fizemos esta brincadeira engraçada pela primeira vez e não contávamos com tanta procura”, revelou ao Correio da Manhã António Vasques, presidente da Casa do Povo. “Por pouco que consigamos angariar, é sempre bom para ajudar a nossa querida instituição a voar um pouco mais alto”, acrescentou.

A casa do Povo de Ermesinde encontrou, assim, uma forma original de angariar fundos – o calendário é vendido por 3,50 euros – e publicou as imagens no Facebook. Horas depois, já se tinha tornado viral e somava um milhar de partilhas, centenas de gostos e dezenas de comentários, quase todos a aplaudir a ideia.

Artigo anteriorSoldado Milhões inspira jogo de cartas que dá a conhecer o herói de guerra
Próximo artigoEmigrantes: Seis em cada dez têm entre 20 e 39 anos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui