Início Economia EUA: Treze startups portuguesas em «roadshow» de investimento

EUA: Treze startups portuguesas em «roadshow» de investimento

967
0

Treze empresas tecnológicas portuguesas vão efetuar, na próxima semana, um «roadshow» de investimento nos Estados Unidos patrocinado pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD).

A iniciativa acontece entre 19 e 23 de outubro e faz parte do Programa de Aceleração do Startup Braga FLAD, uma parceria entre a Microsoft, a FLAD e Startup Braga concebida para apoiar a criação e o desenvolvimento de projetos empresariais e levá-los aos mercados internacionais.

O ‘roadshow’ nos EUA pretende facilitar o contacto com investidores, especialistas da indústria e executivos das cidades de Boston e São Francisco.

Publicidade

Cinco das empresas foram selecionadas entre os onze finalistas da segunda edição do programa, sendo as outras oito ‘startups’ convidadas de entre os finalistas do ano passado.

“A Startup Braga é um projeto verdadeiramente inovador, capaz de fazer a diferença, tendo em conta a diversidade das iniciativas e das empresas que estão em causa. Muitas destas empresas vão poder ser testemunhas do que é ser empreendedor nos Estados Unidos, a nação do empreendedorismo por excelência”, explicou Jorge Gabriel, administrador da FLAD, à agência Lusa.

Além dos encontros com investidores, os empresários portugueses terão oportunidade de visitar a universidade Massachusetts Institute of Technology (MIT), explorar as instalações das incubadoras TechStars e Runway e conhecer a sede de tecnológica Feedzai.
A 1.ª edição do “Programa de Aceleração do Startup Braga FLAD” terminou, igualmente, num ‘roadshow’, mas realizado em Londres.

Durante esses dias, as equipas conseguiram arrecadar mais de quatro milhões de euros em financiamento.

A organização diz que tornou a convidar alguns destes participantes para o ‘roadshow’ deste ano “por terem adquirido um maior nível de desenvolvimento em relação ao modelo de negócio […] e capacidade de execução em mercados internacionais”.

A segunda edição do programa arrancou no início de 2015 e durou quatro meses.

Os cinco finalistas que virão aos EUA são a Glymt, que facilita a comercialização de vídeo, a Loqr, um ‘software’ que elimina a necessidade de registo com utilizador e palavra-passe, a Musicyou, uma aplicação que permite a partilha de texto, vídeo ou fotografia com música, a PerforMetric, um sistema que avalia níveis de fadiga, e a Sticket.in, que junta vendedores e compradores de bilhetes em eventos sociais.

Entre as convidadas do ano passado estão a Findster, a Hype, a Nuada, a Nutrium, a PeekMed, a PepFeed, a Swappflow e a SWORD Health.

Artigo anteriorEuropeu de pista: Ivo Oliveira 8.º na corrida por pontos
Próximo artigoConferência internacional de arquitetura nos Açores a 22 e 23 de outubro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui