Início Culturas Fotografia Estas são as melhores fotografias da vida selvagem de 2015

Estas são as melhores fotografias da vida selvagem de 2015

1022
0

Londres. O Museu de História Natural de Londres acaba de publicar os vencedores da sua prestigiada competição Wildlife Photographer of the Year – e as imagens são tão espetaculares como sempre.

A cada ano, a competição consegue obter um conjunto de imagens de tirar o fôlego que retratam a beleza e a realidade brutal do mundo natural. Este ano, os juízes tiveram de escolher entre 42.000 inscrições, de 96 países, para encontrar os vencedores. Reunimos algumas das nossas favoritas aqui.

O prémio global do Wildlife Photographer of the Year foi para o fotógrafo amador Don Gutoski para a imagem na parte superior da página. Chamada Tale of two foxes, ele mostra uma raposa vermelha arrastando, através da neve, uma raposa do Ártico, que matou e comeu, com sucesso. O Museu de História Natural observa que “para as raposas árticas, as raposas vermelhas agora não representam apenas o seu principal concorrente – ambas caçam pequenos animais, como lemingues -, mas são também o seu principal predador”.

Publicidade

1473436465459008837

O vencedor de Anfíbios e Répteis foi a foto acima, tirada por Edwin Giesbers da Holanda. Ele estava submerso num riacho vestindo uma roupa de mergulho quando a salamandra de crista passou pela sua lente, suspensa logo acima da superfície.

1473436465575327045

Esta imagem, chamada “A arte das algas”, garantiu a Pere Soler o prémio da categoria From The Sky. Ele mostra as algas e flores verdes de microalgas que se misturam no parque natural da Baía de Cádiz, na costa da Andaluzia, na primavera.

1473436465708857925

O vencedor do Mundo Subaquático é esta imagem sensacional chamad A whale of a mouthful por Michael AW da Austrália. Mostra uma baleia de Bryde como rasga através de um enorme cardume de sardinhas, devorando centenas de peixes num único golpe.

1473436466020034117

Uma menção especial vai para esta imagem, Flight of the scarlet ibis, que foi declarada vencedora na categoria dos 15-17 Anos. Captada por Jonathan Jagot no estuário na Ilha do Lençóis, é uma exemplo vivo do dinamismo da natureza.

1473436466133294149

Finalmente, esta imagem – de outra raposa – venceu na categoria Urbano. Capturada por Richard Peters, do Reino Unido, mostra a sombra de uma raposa urbana, uma vez que caminhou através do seu jardim à noite.

Há muito mais imagens para serem observadas e pode ver todos os vencedores e finalistas no site Wildlife Photographer of the Year. Se tiver a sorte de se encontrar em Londres, as imagens vão estar em exposição no Museu de História Natural, partir do dia 16 de de outubro.

[Wildlife Photographer of the Year 2015]

Artigo anteriorMorre afogado no rio Cávado
Próximo artigoLuxemburgo: “Os Lusitanos” organizam jantar-convívio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui