Início Sci-Tech Medicina Congelam a filha de dois anos, com esperança de a ver “renascer”

Congelam a filha de dois anos, com esperança de a ver “renascer”

1003
0

Menina tailandesa morreu de cancro com apenas dois anos. Pais recorreram à criogenia, técnica que que vai preservar o cérebro da menina no estado em que se encontrava momentos após a sua morte, segundo noticia a TVI24.

Matheryin, ou Einz, como a sua família a chamava, desenvolveu um tipo raro de cancro no cérebro pouco tempo depois de ter completado dois anos. A menina não resistiu à doença e acabou por morrer a 8 de janeiro do ano passado.

Quando a menina morreu, os pais, ambos engenheiros biomédicos, optaram pelo procedimento que, para eles, permitiria devolver a vida à filha.

Publicidade

“Assim que ela ficou doente, surgiu imediatamente a ideia de que deveríamos fazer isso por ela, por mais impossível que pareça hoje. Fiquei realmente dividido quanto a esta ideia, mas precisava de me agarrar a ela. Então, expliquei tudo à minha família”,  revela o pai, Sahatorn, à BBC.

A proposta passaria por preservar Einz recorrendo a uma tecnologia conhecida como criogenia. O corpo, ou apenas o cérebro, no caso de Einz, seria congelado até ao dia em que os avanços da medicina permitam que um novo corpo seja criado para a sua filha, sendo possível trazê-la de novo à vida.

“Como cientistas, temos 100% de confiança de que isso acontecerá – só não sabemos quando. No passado, poderíamos pensar que levaria 400 ou 500 anos, mas, agora, podemos imaginar que será possível em 30 anos.”

Artigo anteriorPassos desafia Costa a enviar contraproposta e a dizer se quer entrar no executivo
Próximo artigoJankovic vence torneio de Hong Kong

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui