Início Política Partidos políticos CGTP diz que decisão de Cavaco é “um atentado à democracia”

CGTP diz que decisão de Cavaco é “um atentado à democracia”

O secretário-geral da CGTP acusa o Presidente da República de ter feito o jogo da coligação de direita indo contra a vontade dos eleitores portugueses.

872
0

“O Presidente da República (PR) não devia tomar partido, mas tomou, a favor dos partidos que têm estado no Governo”, disse Arménio Carlos à agência Lusa. Para o sindicalista, “a declaração do PR é um atentado à democracia e à vontade dos eleitores”.

À TSF, o líder da Intersindical lamentou que Cavaco Silva não tivesse tido em conta “a expressão do voto da maioria do povo português que foi inequívoco ao retirar a maioria absoluta ao PSD/CDS” nas eleições de 04 de outubro passado.

O sindicalista considerou ainda que o PR, com os argumentos que apresentou para justificar a sua decisão, “procurou espalhar o terror e discriminou os restantes partidos”.

Publicidade

Arménio Carlos manifestou esperança de que os partidos de esquerda sejam coerentes e rejeitem o programa de Governo da coligação PSD/CDS-PP.

Artigo anteriorMais de 12.000 refugiados entraram na Eslovénia nas últimas 24 horas
Próximo artigoFuracão Patricia atinge categoria 4 e ameaça Pacífico mexicano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui