Início Culturas Arquitetura Casa do Design abre em novembro em Matosinhos com exposição da Experimenta

Casa do Design abre em novembro em Matosinhos com exposição da Experimenta

1107
0

O vereador da cultura da Câmara Municipal de Matosinhos, Fernando Rocha, afirmou hoje que a autarquia definiu como áreas estratégicas a arquitetura e o design, que terá casa própria a partir de novembro, com uma exposição da ExperimentaDesign.

Fernando Rocha falava em Lisboa durante a apresentação da programação da 9.ª edição da ExperimentaDesign, que vai decorrer de 12 de novembro a 20 de dezembro em três cidades: Lisboa, Porto e Matosinhos.

“É muito gratificante ter a Experimenta, a Câmara Municipal de Lisboa e a Câmara Municipal do Porto como parceiros neste evento”, salientou o vereador, sobre a descentralização da iniciativa dedicada ao design contemporâneo.

Publicidade

De acordo com Fernando Rocha, a câmara de Matosinhos definiu que o design seria uma área a destacar e a dar atenção, tal como a arquitetura.

A câmara decidiu disponibilizar uma antiga garagem da nave do edifício da autarquia que irá acolher, a partir de 12 de novembro, a exposição “Desejo, Tensão, Transição – Percursos do Design Português”, com curadoria de José Bártolo, que ficará patente até 12 de março de 2016.

“Vamos abrir este espaço totalmente dedicado ao design, porque considerámos que valia a pena investir nesta área”, justificou, apontando a existência da Escola Superior de Artes e Design (ESAD) no concelho.

Por seu turno, Paulo Cunha e Silva, vereador da cultura da Câmara Municipal do Porto, congratulou-se igualmente com a descentralização da ExperimentaDesign para os dois concelhos do norte do país.

O Palácio dos Correios, no Porto, vai receber – também a partir de 12 de novembro, a exposição “As Far as the Mind can See”, com curadoria de Mirko Ilic, João Castro e Marco Balesteros, mostra com mais de 60 trabalhos de 28 designers de comunicação de todo o mundo, sobre a relação entre a mente, o indivíduo e a criatividade.

Esta mostra desdobra-se numa outra – “As far as the mind can’t see”, que irá inaugurar a 13 de novembro, no Picadeiro Real do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa – com conteúdos distintos e complementares entre ambas.

“As far as the mind can see” (tão longe quanto a mente pode ver) é o tema geral deste ano, centrado na individualidade, “na forma como apreendemos o mundo e construímos novas realidades”, explicou a diretora, Guta Moura Guedes, na conferência de imprensa, indicando que vem no seguimento do tema anterior, “No Borders” (sem fronteiras), em 2013.

Artigo anteriorAumenta emigração para a Suíça
Próximo artigoAngolano Luaty Beirão terminou greve de fome em Luanda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui