Início Mundo África Marrocos anula inauguração de fábrica sueca em represália por apoio a Polisário

Marrocos anula inauguração de fábrica sueca em represália por apoio a Polisário

1250
0

As autoridades marroquinas anunciaram hoje a anulação do ato de inauguração de uma fábrica da empresa sueca Ikea em Casablanca, previsto para terça-feira, numa provável represália à Suécia, que pretende reconhecer a República Árabe Saaraui Democrática.

Fontes da Ikea Marrocos asseguraram que a anulação foi decidida para serem terminados alguns aspetos da fábrica necessários para cumprir todos os requisitos da direção da empresa na Suécia.

“O projeto da Ikea não dispõe de certificado de conformidade e ,por isso, a inauguração prevista para 29 de setembro foi anulada”, refere em comunicado o governo civil de Casablanca.

Publicidade

Uma fonte das autoridades marroquinas, citada numa página na Internet, terá dito que a anulação foi decidida em “represália” à Suécia por causa do projeto de lei do governo de Estocolmo para reconhecer a República Árabe Saaraui Democrática, antiga colónica espanhola do Saara Ocidental, anexada por Marrocos em 1975.

Uma missão da ONU (Minurso) permanece no terreno para controlar o cessar-fogo entre Marrocos e a Frente Polisário, assinado em 1991.

A Frente Polisário, apoiada pela Argélia, reivindica a independência do território através de um referendo de autodeterminação, enquanto Rabat defende uma ampla autonomia.

Artigo anteriorRússia fecha espaço aéreo às companhias ucranianas
Próximo artigoRaul Castro avisa que as alterações climáticas ameaçam espécie humana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui