Início Culturas Arquitetura Iraquiana distinguida com prémio do Real Instituto de Arquitetos Britânicos

Iraquiana distinguida com prémio do Real Instituto de Arquitetos Britânicos

1314
0

Londres, 24 set (Lusa) – O Real Instituto de Arquitetos Britânicos (RIBA na sigla inglesa) distinguiu hoje a consagrada iraquiana Zaha Hadid com a medalha de ouro real, um galardão já atribuído a nomes como Frank Gehry, Norman Foster ou Frank Lloyd Wright.

Segundo noticia a agência France Presse, trata-se da primeira vez que o RIBA distingue uma mulher, arquiteta que reside em Londres desde 1979 e que já projetou edifícios como as casas da Ópera de Guanzhou (China) e da Baía de Cardiff (País de Gales).

“Zaha Hadid tem uma força e influência global formidável. O seu trabalho é altamente experimental, rigoroso e exato”, afirmou a presidente do júri e do próprio RIBA, a igualmente arquiteta britânica Jane Duncan.

Publicidade

Em 2004, Zaha Hadid, natural de Bagdad, onde nasceu a 31 de outubro de 1950 (64 anos), já fora a primeira mulher a receber o Prémio Pritzker, considerado o equivalente a um Nobel da arquitetura, dez anos depois de ter sido distinguida com outro galardão, o Erich Schelling.

“Estou muito orgulhosa por ser distinguida com a medalha de ouro real, sobretudo por ser a primeira mulher a recebê-lo. Já se veem mais mulheres a afirmar-se na área da arquitetura e isso deixa-me satisfeita. Mas isso não significa que é fácil, pois os desafios (de ser mulher no setor) são imensos”, afirmou Saha Hadid, citada pela France Presse.

Artigo anteriorNovo Banco: Reestruturação pode colocar em causa muitos postos de trabalho
Próximo artigoPintura sobre batalha de Alcácer-Kibir e D. Sebastião no Museu Soares dos Reis, Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui