Início Culturas Festival Internacional de Marionetas do Porto “volta a casa” para o Rivoli

Festival Internacional de Marionetas do Porto “volta a casa” para o Rivoli

1162
0

O Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP) assinala a 26.ª edição de 09 a 18 de outubro, com várias peças a subirem ao palco do Teatro Municipal Rivoli, um “voltar a casa”, disse hoje a organização.

Na conferência de apresentação da programação do evento deste ano, que decorreu precisamente no Rivoli, o diretor executivo do FIMP, Raul Constante Pereira, sublinhou ser “um prazer enorme voltar a esta casa que foi durante tantos anos a sede do festival”, um teatro cujo pequeno auditório adotou recentemente o nome de Isabel Alves Costa, fundadora e diretora do evento.

O FIMP deste ano vai voltar a espalhar-se pela cidade, passando pelos dois espaços do Teatro Municipal do Porto, pelo Teatro Nacional São João (e pelo Teatro Carlos Alberto), mas também pelo Teatro de Ferro, onde vão decorrer os “Work in progress” (literalmente “trabalho em desenvolvimento”) e as oficinas, e ainda pela Junta de Freguesia do Bonfim, pelo Centro Português de Fotografia e pela Universidade Popular do Porto.

Publicidade

Com um orçamento total de 180 mil euros (45 mil dos quais provenientes da Câmara Municipal do Porto), o FIMP representa “um projeto muito importante para a cidade” nas palavras do vereador da Cultura, Paulo Cunha e Silva, que salientou a importância de uma programação com uma “dispensa tendencial de texto” que é “particularmente interessante” para o turismo cultural que visita a cidade.

Com nove espetáculos, quatro filmes, três oficinas, três “work in progress” e uma exposição, o FIMP deste ano “acontece num quadro de subfinanciamento da Cultura a nível nacional”, realçou o diretor artístico Igor Gandra.

A abertura do FIMP dá-se dia 09 de outubro no Rivoli com “Mystery Magnet”, espetáculo da belga Miet Warlop que o diretor do Teatro Municipal do Porto, Tiago Guedes, fez questão de destacar como “imperdível”, uma vez que se trata de “um dos grandes espetáculos não só do FIMP, mas da temporada” até dezembro.

A encerrar o FIMP, nos dias 16 e 17 do próximo mês, também no Rivoli, vão estar “Os Transportadores”, da Radar 360º, coletivo residente no Teatro do Campo Alegre que venceu primeira edição da Bolsa de Criação Isabel Alves Costa.

Artigo anteriorMarte tem água líquida – NASA
Próximo artigoPrograma nas escolas deteta dezenas de adolescentes em sofrimento mental

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui