Início Acidentes Morreu piloto português do avião Canadair que caiu no Gerês

Morreu piloto português do avião Canadair que caiu no Gerês

424
0

Um avião ‘Canadair’ caiu hoje na zona do Lindoso, Ponte da Barca, quando combatia um incêndio que está a lavrar na serra do Gerês. O piloto português não resistiu aos ferimentos.

O acidente aconteceu pelas 11:20 , embora se desconheçam para já detalhes sobre o que aconteceu e sobre a existência de feridos, indicou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

Numa nota de imprensa, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) afirmou que se trata de um avião anfíbio pesado (Canadair CL215), do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, do Centro de Meios Aéreos de Castelo Branco, que participava nas operações de combate a um incêndio que lavra no Parque Nacional da Peneda Gerês, freguesia e concelho do Lindoso, distrito de Viana do Castelo.

Publicidade

À Renascença, Pedro Araújo, comandante da ANEPC, confirmou a morte do piloto português. Há ainda um ferido grave a registar, espanhol, que ficou politraumatizado, com múltiplas fraturas.

O avião despenhou-se num acidente junto à Barragem do Alto do Lindoso, na sequência de uma operação de ‘scooping’ (reabastecimento de depósito de água), acrescentou.

O GPIAAF – Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários indicou à Lusa já ter sido notificado do acidente e que está a enviar para o local uma equipa para dar início às diligências.

Entretanto, outra fonte da Proteção Civil acrescentou que se trata um avião português que fazia parte do dispositivo de combate a incêndios florestais e que os feridos graves são os ocupantes do aparelho.

Disse ainda que o avião caiu numa zona montanhosa.

De acordo com a página de internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, mais de 100 operacionais, apoiados por 28 veículos e 10 meios aéreos portugueses e espanhóis combatiam pelas 12:00 o incêndio que lavra no Parque Nacional da Peneda-Gerês desde as 05:19 de hoje.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo explicou que alguns dos meios aéreos “são de coordenação e não de combate” e que o total de meios e operacionais no terreno inclui portugueses e espanhóis, pois o incêndio afeta a freguesia de Lindoso, concelho de Ponte da Barca, em Portugal, e “a zona de Lindos”, em Espanha.

A mesma fonte disse desconhecer de que lado da fronteira teve início o fogo, notando que o CDOS apenas recebeu o alerta do incêndio do lado português.

De acordo com o CDOS, “não há habitações em perigo”.

Está a arder uma zona de povoamento florestal, segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.