Início Atualidade Luxemburgo: População sénior terá de trabalhar mais

Luxemburgo: População sénior terá de trabalhar mais

265
0
No Luxemburgo a população senior trabalha pouco. Contudo, este fator não faz com que esta viva melhor, de acordo com um estudo realizado.
 A população do país está a envelhecer, a esperança de vida está a aumentar e a taxa de natalidade está a diminuir, de acordo com o Instituto de Investigação Socioeconómica do Luxemburgo, Liser. Por isso, para ser possível pagar as pensões daqueles que serão reformados, no futuro, é necessário que a população ativa trabalhe durante um maior período.

Em 1994, existiam apenas 11% dos trabalhadores com idade igual ou superior a 50 anos em empresas do país. Em 2018, essa percentagem havia subido para 25%.

Além disso, outra conclusão que se retira deste estudo é que os “seniores” – entendem-se por seniores os trabalhadores com idade igual ou superior a 50 anos – com uma reforma antecipada são mais saudáveis quando são ativos. Porém, a idade é um fator contra, pois, estão sujeitos a mais problemas de saúde, bem como doenças crónicas, quando comparados com os mais jovens.

Segundo a análise realizada, é possível concluir que “embora uma grande maioria dos idosos estejam satisfeitos no trabalho, o stress intenso também está muito presente”, especialmente por serem alvo de discriminação ou assédio moral.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.