Início Atualidade Festival Alive: Foram anunciadas as confirmações do festival para 2021 com os...

Festival Alive: Foram anunciadas as confirmações do festival para 2021 com os Red Hot Chili Peppers como cabeça de cartaz

139
0
A banda norte-americana, Red Hot Chili Peppers.
O festival Alive, que se realiza entre 07 e 10 de julho de 2021 no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, vai contar com Red Hot Chili Peppers, Angel Olsen e Moses Sumney no cartaz, anunciou hoje a organização.

Em comunicado divulgado quando falta um ano para o evento que, tal como a maioria dos outros festivais de verão, se viu forçado a cancelar a edição de 2020 devido à pandemia de covid-19, a organização acrescentou ainda os nomes de Alt-J, Two Door Cinema Club, Caribou, Parcels, Black Pumas, Fontaines D.C., Nothing But Thieves, Hobo Johnson and The Lovemakers, Alec Benjamin, Seasick Steve e Sea Girls.

Os bilhetes para 2021 já se encontram à venda e a organização recorda que quem tinha bilhete para este ano e quer estar presente no próximo tem de trocar o ingresso, “mediante lotação disponível”.

Os norte-americanos Red Hot Chili Peppers regressam, assim, a Portugal, quatro anos depois da passagem pelo SBSR, em Lisboa, tendo agora de volta às suas fileiras o guitarrista John Frusciante, que integrou a banda nos momentos de maior sucesso, como foram os discos “Blood Sugar Sex Magic” e “Californication”.

Publicidade

A lei “que estabelece medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia da doença covid-19 no âmbito cultural e artístico, festivais e espetáculos de natureza análoga” foi aprovada no parlamento com os votos a favor do PS, PSD, PAN, BE e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira. Sem votos contra, a proposta de lei contou com a abstenção do CDS, PCP, PEV e Iniciativa Liberal.

No entanto, os espetáculos “podem excecionalmente” acontecer naquele período, em recinto coberto ou ao ar livre, com lugar marcado, seguindo as regras estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde.

O diploma estabelece que o consumidor não terá direito à devolução do preço do bilhete para os espetáculos que estavam marcados entre 28 de fevereiro e 30 de setembro de 2020 e que foram reagendados por causa da pandemia da covid-19.

No entanto, no caso dos “festivais e espetáculos de natureza análoga”, o consumidor pode pedir a troca do bilhete por um vale “de igual valor ao preço pago”, válido até 31 de dezembro de 2021, e que pode ser utilizado na “aquisição de bilhetes de ingresso para o mesmo espetáculo a realizar em nova data ou para outros eventos realizados pelo mesmo promotor”.

Caso o vale não seja usado até 31 de dezembro de 2021, “o portador tem direito ao reembolso do valor do mesmo”, podendo pedi-lo a partir de 01 de janeiro de 2022, e “no prazo de 14 dias úteis”.

Fonte: Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.