Início Atualidade Covid-19: Mais 250 óbitos em África, nas últimas 24 horas

Covid-19: Mais 250 óbitos em África, nas últimas 24 horas

144
0
O número de mortos em África devido à covid-19 subiu hoje para 13.238, mais 250 nas últimas 24 horas, em quase 595 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados subiu para 594.841, mais 16.937 nas últimas 24 horas, enquanto o número de recuperados é hoje de 297.480, mais 10.469.

A África Austral regista o maior número de casos (285.940) e regista 4.236 mortos, a grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais infetados e mais mortos em todo o continente, com 276.242 casos e passou hoje as quatro mil vítimas mortais (4.079).

O Norte de África lidera no número de mortes (5.345), tendo 124.349 infeções.

Publicidade

A África Ocidental conta 1.592 mortos em 96.959 infetados, a África Oriental regista 1.230 vítimas mortais e 47.023 casos, enquanto na África Central há 835 mortos e 40.570 infeções.

Depois da África do Sul, o Egito é o segundo país com mais vítimas mortais, contabilizando hoje 3.858 mortos e 82.070 casos de infeção, seguindo-se a Argélia, com 1.004 mortos e 18.712 infetados.

Entre os cinco países mais afetados, está também a Nigéria, com 740 mortos e 32.558 infetados, e o Sudão, com 650 mortes e 10.250 casos.

Em relação aos países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções e mortes, com 1.842 casos e 26 vítimas mortais.

Cabo Verde tem 1.698 infeções e 19 mortos, enquanto Moçambique conta 1.154 infetados e nove mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 726 casos e 14 mortos e Angola tem 506 casos confirmados de covid-19 e 26 mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há vários dias 3.071 casos e 51 mortos, segundo o África CDC.

Fonte: Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.