Início Desporto Ciclismo Chris Froome vai correr na Israel Start-Up Nation até ao final da...

Chris Froome vai correr na Israel Start-Up Nation até ao final da carreira

79
0

O ciclista britânico Chris Froome vai representar a Israel Start-Up Nation (Israel) até ao final da carreira, anunciou hoje a equipa israelita, momentos depois de a INEOS confirmar a saída do quatro vezes vencedor da Volta a França.

“A equipa Israel Start-Up Nation está muito orgulhosa de anunciar que o quatro vezes vencedor da Volta a França, Chris Froome, liderará a equipa a partir da próxima temporada”, lê-se numa nota partilhada por aquela formação na rede social Facebook.

A equipa israelita e “o lendário campeão” vão assinar um contrato a longo prazo, em 01 de agosto, que, segundo o comunicado, levará a que Froome envergue “a camisola azul e branca da Israel Start-Up Nation até ao final da sua ilustre carreira”.

Publicidade

“Este é um momento histórico para ISN, para Israel, para o desporto israelita, para os nossos fãs em todo o mundo e, obviamente, para mim a título pessoal – um momento de enorme orgulho”, assumiu um dos donos da equipa Sylvan Adams.

“O Chris é o melhor ciclista da sua geração e vai liderar a nossa equipa na Volta a França e nas grandes voltas. Esperamos fazer história em conjunto, uma vez que o Chris persegue novos triunfos no Tour e nas grandes voltas, feitos que tornariam muito provável que o Chris fosse considerado o melhor ciclista de sempre”, sustentou.

Chris Froome, de 35 anos, venceu a Volta a França em 2017, 2016, 2015 e 2013, sendo o único ciclista a ter quatro triunfos na prova francesa. O britânico está a apenas uma vitória de entrar no lote de recordistas da ‘Grande Boucle’ e de juntar-se aos franceses Jacques Anquetil e Bernard Hinault, ao belga Eddy Merckx e ao espanhol Miguel Indurain, os únicos com cinco triunfos.

“Estou muito entusiasmado por ir juntar-me à família da ISN. Estou desejoso de desafiá-los e ser desafiado pelo seu talento e continuar a aspirar pelo sucesso que alcancei até agora. […] Sinto que podemos alcançar grandes sucessos juntos”, declarou ‘Froomey’, citado em comunicado.

O britânico mudar-se-á para a equipa israelita no final da temporada, depois de mais de uma década na estrutura da INEOS – fez parte da formação inicial da equipa britânica, a Sky, desde 2010.

Além das vitórias na Volta a França, Froome é um dos sete ciclistas – e um de dois no ativo (o outro é Vincenzo Nibali) – a ter vencido as três grandes voltas: conquistou a Vuelta em 2017 e 2011 e o Giro em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.