Início Atualidade JazzMatazz: O festival ao ar livre que promete animar a Mata dos...

JazzMatazz: O festival ao ar livre que promete animar a Mata dos Marrazes, em Leiria

135
0
O festival JazzMatazz vai decorrer no próximo fim de semana e tem lotação limitada.
O festival JazzMatazz apostou em artistas de renome, a nível nacional, para esta segunda edição. Serão quatro concertos ao ar livre que terão lugar na Mata dos Marrazes, localizada no concelho de Leiria, anunciou hoje a organização.

A segunda edição do festival organizado pela União de Freguesias de Marrazes e Barosa acontece no sábado e no domingo para dinamizar uma das principais manchas verdes de Leiria. JazzMatazz sobreviveu aos constrangimentos da pandemia de covid-19 e apresenta um programa com nomes conceituados e novos valores do jazz português.

“Decidimos fazer o festival apostando numa imagem de rigor em relação à saúde das pessoas. Queremos mostrar que é possível fazer festivais em que os músicos podem tocar num período crítico, em que está em risco a saúde, mas também a cultura”, explica à agência Lusa o presidente da União de Freguesias.

Paulo Clemente, que é também maestro na filarmónica local, acredita ser importante dinamizar a cultura neste momento difícil.

Publicidade

“Se os músicos não tocarem, não recebem e isso torna-se num problema social”, afirma, justificando a aposta no festival em época de pandemia.

Para esta edição do JazzMatazz, que decorre ao ar livre, foram cumpridas todas as condições de segurança exigidas, sublinha o autarca: “Temos duas barreiras de entrada e os lugares são todos sentados, com a devida distância. Há três espaços de higienização, dois estacionamentos, casas de banho higienizadas, um ponto de emergência e camarins individualizados”, descreve.

Além disso, os espetadores têm de reservar bilhetes (gratuitos e limitados a 350 lugares por concerto) e receberão um guião de segurança.

Quanto à música, a organização reuniu nomes de peso, como o quarteto que junta Sérgio Carolino, Rúben da Luz, Rui Bandeira e João Martins, que terá Hugo Trindade como convidado especial, ou os Lokomotiv, de Carlos Barretto, Mário Delgado e José Salgueiro.

Também o guitarrista André Fernandes vai tocar na Mata dos Marrazes, acompanhado por Nelson Cascais e João Pereira. Eduardo Cardinho, vibrafonista da nova geração nacional, completa o cartaz, apresentando-se com João Barradas, André Rosinha e Diogo Alexandre.

“É um cartaz magnífico. Olhando hoje para ele, não consigo pensá-lo de outra forma”, diz Paulo Clemente, que acredita, à segunda edição, estar a nascer nos Marrazes um festival com futuro.

“Os músicos começam a ver este festival com outros olhos e isso vê-se pelo cartaz e por quem vem cá tocar. É um projeto que pode chegar a outro patamar”.

O festival JazzMatazz começa no sábado, com R’B & Mr. SC a subirem ao palco às 21:30, seguindo-se os Lokomotiv às 22:30.

No domingo, atuam nos mesmos horários André Fernandes, que apresenta “3 para 3”, e o conjunto de Eduardo Cardinho, com “In search of light”.

Fonte: Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.