Início Serviços Portugal: Algarve preparado para acolher turistas nas miniférias de junho e verão

Portugal: Algarve preparado para acolher turistas nas miniférias de junho e verão

202
0
Concessionários da praia da Falésia, em Vilamoura no Algarve, realizam os últimos preparativos e adaptam-se às novas imposições da Direção Geral da Saúde para o início da época balnear devido à pandemia provocada pela covid-19, em Albufeira,4 de junho de 2020. (ACOMPANHA TEXTO DE 5 DE JUNHO DE 2020 ). LUÍS FORRA/LUSA

O Algarve está preparado para acolher turistas nas miniférias da próxima semana e durante o verão, prevendo-se a manutenção de toda a estrutura de contenção da pandemia de covid-19, disseram hoje autoridades na região.

“A situação na região é de total controlo e estamos a conseguir retomar a economia com o controlo da pandemia”, referiu o secretário de Estado José Apolinário, frisando que 7% da população residente no Algarve já foi testada desde o início do surto, num total de 30 mil testes.

O governante, que coordena na região a execução da declaração da situação de calamidade, sublinhou, na conferência de imprensa quinzenal da comissão Distrital de Proteção Civil, que é possível no Algarve “manter este nível de resposta dos serviços de saúde, mantendo a abertura da economia”.

Publicidade

Aquele responsável deixou, no entanto, um apelo aos jovens, grupo etário que tem representado a maioria dos novos casos reportados no Algarve, para que deem uma contribuição de responsabilidade enquanto agentes de saúde pública.

Também o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, Paulo Morgado, mostrou-se confiante “na capacidade que o sistema já demonstrou de ser capaz de responder eficazmente do ponto de vista do controlo de surtos”.

“Todos já aprendemos muito com isto, todos sabemos hoje mais sobre a doença e os riscos associados”, referiu, sublinhando que não vai ser desativada nenhuma das estruturas em funcionamento, assim como a capacidade de realização de testes.

Segundo aquele responsável, “as estruturas e os planos estão em vigor e vão manter-se em vigor, mantendo-se, igualmente, a “capacidade de resposta do sistema para a deteção e isolamento de casos”.

Já o presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil, António Pina, sublinhou que a região do Algarve “sobressai no contexto nacional”, o que deixa “uma esperança de que a retoma da economia possa estar mais próxima”.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.465 pessoas das 33.969 confirmadas como infetadas, e há 20.526 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.