Início Saúde Luxemburgo/Covid-19: Situação dos trabalhadores independentes – CFG

Luxemburgo/Covid-19: Situação dos trabalhadores independentes – CFG

424
0
Não posso deixar de vos contactar (Jornal do Luxemburgo) para exprimir a minha indignação e revolta contra o que foi decidido pela ministra da saúde do Luxemburgo.
Em forma de pura chantagem, obriga os independentes ligados à saúde, como fisioterapeutas, dentistas, terapeutas da fala etc, a se inscreverem como “voluntários”, (e vejam bem a indecência e pouca vergonha deste ponto), no ministério da saúde, para que possam ser chamados pelo estado, a troco de um CDD, a intervir e ajudar a combater o problema actual do vírus.
Pelos vistos, e caso não o façam, pura e simplesmente não tem qualquer outro tipo de ajuda.
O dinheiro dos impostos pagos por esta classe não é o mesmo de todas as outras? Porque não podem ter a dita “chomage technique” como todos os outros? Porque se ajudam todas as empresas, mesmo dando 5000€ a fundo perdido e a estes profissionais nada? Qual o direito de “obrigar” um profissional de saúde a intervir nesta crise? Com que direito tem o estado de fazer isto? e se o profissional de saúde não se sentir minimamente preparado  para tal? se simplesmente não o quiser fazer?
Vergonha, indecência, falta de humanidade e de igualdade.
Como vão os profissionais pagar os seus alugueres? as despesas dos seus lugares de trabalho? Se o estado não os deixa trabalhar, se os obriga a ficar de quarentena, tal e qual todas as outras empresas, porque não podem dar também a estes o direito à “chomage technique?
Não deixem passar este assunto em claro sff.
CFG
30 março 2020
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.