Início Saúde Covid-19: Emigrantes portugueses do Luxemburgo detidos em Chaves

Covid-19: Emigrantes portugueses do Luxemburgo detidos em Chaves

2014
9
Foto: Noticias de Vila Real

Quatro emigrantes de Ribeira de Pena, que trabalham no Luxemburgo, foram detidos pela PSP de Chaves por “desobediência e desrespeito à quarentena que foi imposta”, disse hoje à Lusa fonte da força policial.

Segundo o comandante da divisão de Chaves, Luís Alves, os emigrantes entraram em território português dia 22 de março e foram notificados pela GNR presente na fronteira a permanecer em quarentena durante os 14 dias determinados por lei.

Os emigrantes, com residência em Ribeira de Pena e com idades entre os 19 e 46 anos, foram hoje detidos em Chaves, no distrito de Vila Real, por “desobediência no âmbito do desrespeito à quarentena que foi imposta”.

Publicidade

Os detidos “vão ser notificados e presentes na quinta-feira no Tribunal Judicial de Chaves”, para conhecerem as medidas de coação aplicadas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera (+30,3%), e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista 633 novos casos em relação a terça-feira (+26,8%).

Dos infetados, 276 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

9 COMENTÁRIOS

  1. ha de tudo ,sempre falei que os emigrantes na maioria sao indisciplinados pensam serem mestres nos paises de outros etc nao respeitam se nao fossem apanhados teriamos aqui depois goleas altas assim foi bom

    • essa mania de acusarem todos os emigrantes em geral ……. os emigrantes que eu saiba sao portugueses como o senhor venicio… além do mais ha portugueses emigrantes melhores e outros menos bons como portugueses que vivem em Portugal !!!deixem de tanto perseguir os emigrantes…. ingratos!!

        • o carissimo nao foi para matar a fome a ninguem ,mas seclahar para ter uma vida melhor coisa que o nosso pais nao dava porque nao temos cunhas ,mas secalhar habilitacoes mais que muitas e se voce percebeu ja somos a bandeira portugeusa pelo nosso trb erforco e dedicacao ,calado vc era poeta

          • Calem essa boca seus estupidos… Sois ingratos sim senhor… Se os emigrantes deixassem de enviar as remessas e investir em Portugal, Portugal já tinha quebrado há muito. Vê o quanto pesa no PIB português as remessas expedidas na PORDATA!
            Além que a emigração foi e sempre será a salvação para os restantes portugueses que ficam em Portugal… Se não fosse o dinheiro vindo de fora de quem se aventura no estrangeiro, muitas familias não tinham logo que comer e se esses emigrantes não tivessem emigrado na altura da crise, a miseria e desemprego em Portugal seria muito pior, pq o pouco emprego que existia, teria que ser divido em todos ou a disputa por vagas seria maior… Respeitem que lhes poe comida na boca indiretamente… Pensem um pouco!

  2. Aqui apenas se trata de IRRESPONSABILIDADE para com os seus semelhantes.
    Desobedeceram às Autoridades só tem de ser castigados pelo seu acto.
    Nós por cá não temos só direitos, também temos deveres e o nosso dever é de não pôr a vida dos nossos semelhantes em risco.

  3. Nada tem a ver em ser emigrante, mas sim com a parte cívica e responsabilidade de cada um de nós. Nós em Portugal também temos as pessoas às 22h00 a cantarem o hino nacional ev a baterem palmas aos médicos, como forma de os apoiar e agradecer, e depois no dia seguinte vão passar para a beira mar em grupos, como se não se passa -se nada. Em Ovar nem é bom pensar as artimanhas que as pessoas fazem e inventam para furarem o cerco.
    Por isso tudo depende da formação e educação de cada um.

  4. Estes deviam servir de exemplo, serem castigados com coimas de muitos milhares de euros ,nada de prisão Não vamos estigmatizar os emigrantes porque os que cá estão são iguais ou piores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.