Início Desporto Taça da Liga: Anfitrião Braga e FC Porto discutem segundo troféu da...

Taça da Liga: Anfitrião Braga e FC Porto discutem segundo troféu da época

135
0

O anfitrião Sporting de Braga e o FC Porto discutem no sábado o segundo troféu da época 2019/20, reeditando a final da Taça da Liga em futebol de há sete anos, que, então, ‘sorriu’ aos ‘arsenalistas’, em Coimbra.

Na terceira final, o conjunto bracarense, que perdeu a última para o Moreirense, em 2016/17, no Algarve, procura o segundo cetro, enquanto o FC Porto vai tentar, à quarta final e na 13.ª edição da prova, chegar, finalmente, ao primeiro título.

Além da final de 2012/13, que deixaram fugir por culpa de um penálti de Alan, aos 45+2 minutos, os ‘dragões’ perderam ainda os jogos decisivos de 2009/10, face ao Benfica (3-0), e da época passada, frente ao Sporting (3-1 nos penáltis, após 1-1).

Publicidade

Os dois conjuntos chegam à final depois de triunfos por 2-1, os minhotos face ao Sporting, na terça-feira, graças a um tento de Paulinho, aos 90 minutos, depois de o francês Mathieu, aos 44, ‘anular’ o tento inaugural de Ricardo Horta, logo aos oito.

No dia seguinte, os portistas estiveram a perder com o Vitória de Guimarães, que se adiantou aos 65 minutos, num penálti de Tapsoba, jogador do Burkina Faso, mas deram a volta, com tentos brasileiros de Alex Telles, aos 66, e Soares, aos 75.

Paulinho e Soares resolveram, reforçando o estatuto de jogadores em melhor forma nos dois conjuntos: o avançado luso, de 27 anos, marcou nos últimos quatro jogos, num total de cinco golos, e o brasileiro, de 29, já vai em seis encontros sempre a faturar, num total de sete tentos.

No Dragão, na sexta-feira, Soares ‘anulou’ aos 58 minutos – dois após falhar um penálti – o tento inaugural do brasileiro Fransérgio, aos cinco, mas a última palavra foi de Paulinho, que selou o 1-2 final aos 75, após um canto.

O grande momento do avançado bracarense coincide com a ‘era’ Rúben Amorim, que, após substituir Ricardo Sá Pinto, soma quatro triunfos em outros tantos jogos – 7-1 no Jamor, ao Belenenses SAD, 2-1 ao Tondela, 2-1 no Dragão e 2-1 ao Sporting.

Por seu lado, o conjunto de Sérgio Conceição venceu oito dos derradeiros nove jogos, sendo exceção precisamente o desaire frente ao Sporting de Braga, que fez os ‘dragões’ acabarem a primeira volta da I Liga a sete pontos do líder Benfica.

Como ‘grande’, o FC Porto tem de assumir, ainda assim, o favoritismo, mas os ‘arsenalistas’ estão em ‘grande’, atuam em casa e têm toda a legitimidade para sonhar com a conquista do troféu, até porque ainda há dias ganharam em pleno Dragão.

Em 2012/13, sob o comando de José Peseiro, os bracarenses também não eram favoritos e acabaram com o troféu na mão, em Coimbra, face a um conjunto comandado por Vítor Pereira.

No que respeita aos ‘onzes’, não se esperaram grandes alterações, sendo que Rúben Amorim deverá fazer regressar o médio defensivo Palhinha, ‘proibido’ de defrontar o Sporting, enquanto Sérgio Conceição poderá mudar mais, até pelo facto de a sua equipa ter menos um dia de descanso.

O ‘ranking’ da Taça da Liga é e vai continuar a ser liderado de forma destacada pelo Benfica, com sete troféus, com o Sporting de Braga a ter a oportunidade de igualar os dois do Sporting e o FC Porto a tentar tornar-se o sexto a ganhar a prova.

O vencedor arrebatará o segundo ‘caneco’ da época, depois da vitória do Benfica na Supertaça, face a uma goleada por 5-0 sobre o Sporting, com tentos de Rafa, Pizzi (dois), Grimaldo e Chiquinho, em 04 de agosto de 2019, no Estádio Algarve.

O encontro entre o Sporting de Braga e o FC Porto realiza-se no sábado, no Estádio Municipal de Braga, a partir das 19:45.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.