Início Futebol Liga dos Campeões LC: Pizzi admite falta de “mentalidade” do Benfica nesta Liga dos Campeões

LC: Pizzi admite falta de “mentalidade” do Benfica nesta Liga dos Campeões

241
0

O médio do Benfica Pizzi reconheceu hoje que faltou mentalidade à equipa na participação nesta Liga dos Campeões em futebol, cujo jogo de terça-feira com o Zenit de São Petersburgo pode valer apenas a relegação para a Liga Europa.

Presente na conferência de antevisão do jogo com os russos, que ocupam o segundo lugar no grupo G e dependem apenas de si para seguirem em frente, o internacional português lamentou que os ‘encarnados’ não tenham sido capazes de mostrar a sua qualidade e reconheceu que faltou competitividade.

“Estou aqui há muitos anos e já passei por momentos em que fomos logo eliminados e até ser eliminado nos quartos de final. Julgo que faltou um pouco de mentalidade. Limitámo-nos a fazer as coisas normais e na Liga dos Campeões temos de nos soltar mais e mostrar mais a nossa qualidade, porque do outro lado estão grandes equipas. Teríamos de ser mais competitivos, infelizmente este ano voltámos a não ter a felicidade de passar”, disse.

Publicidade

Questionado sobre o facto de o Benfica precisar de vencer por dois ou mais golos o líder do campeonato russo para alimentar ainda a expectativa de continuidade nas provas europeias, Pizzi vincou que as contas do resultado final não devem influenciar a abordagem da equipa ao encontro.

“Isso não pode mexer com a abordagem. O objetivo em todos os jogos é entrar para vencer, sabemos que só uma vitória interessa e que no final pode haver muitas contas, mas o foco é vencer para dar a qualificação para a Liga Europa”, explicou.

O jogador ‘encarnado’ assumiu, no entanto, que a forma de encarar as duas provas é diferente: “A Liga dos Campeões é a maior competição a nível de clubes e qualquer jogador vai dizer que a maior motivação é jogar na Liga dos Campeões.”

O médio, de 30 anos, que já soma 15 golos nesta temporada e é um dos elementos mais preponderantes na equipa de Bruno Lage, nem sempre foi primeira opção na ‘Champions’, mas recusou deter um estatuto de “intocável” no plantel do Benfica.

“Todos os dias trabalho no máximo para merecer a confiança do ‘mister’. Aqui no Benfica não há intocáveis, temos um plantel de excelente qualidade e o nosso foco é trabalhar todos os dias, cada um no seu máximo, para merecer a confiança e estar no onze inicial”, sentenciou.

O encontro da sexta jornada do grupo G da Liga dos Campeões entre o Benfica, quarto classificado, com quatro pontos, e o Zenit, segundo, com sete, está marcado para esta terça-feira, às 20:00, no Estádio da Luz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.