Início Conflitos Estudante invade escola no Brasil e fere dois colegas a tiro

Estudante invade escola no Brasil e fere dois colegas a tiro

73
0

Um adolescente invadiu uma escola no município de Caraí, no estado brasileiro de Minhas Gerais, e atingiu a tiro dois estudantes, cujo estado de saúde se encontra estável, de acordo com a imprensa local.

Segundo a secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, o atirador é um aluno da Escola Estadual Orlando Tavares, instituição de ensino onde decorreu o tiroteio, que acedeu ao perímetro escolar através de um muro, pelas 08:00 locais (11:00 em Lisboa), iniciando os disparos.

“De acordo com a direção da unidade escolar, os dois tiros foram disparados por um aluno da instituição que não se apresentou hoje às aulas, pulou o muro da escola armado e efetuou os disparos”, informou um comunicado da secretaria de Estado de Educação.

Publicidade

A nota, citada pelo portal de notícias G1, acrescentou que “a direção da escola acionou a Polícia Militar imediatamente e os dois alunos feridos foram levados para o hospital”.

A Polícia Militar declarou que o atirador, de 17 anos, foi detido no local do crime, assim como um outro adolescente suspeito de participar na ação.

Quanto aos estudantes feridos, um foi atingido com um tiro na mão e o outro com uma bala no pescoço, tendo sido encaminhados para um hospital na cidade vizinha de Padre Paraíso, segundo avançou à revista Veja o prefeito de Caraí, Heber Gomes Neiva.

Em comunicado, a direção do hospital informou que os dois adolescentes encontram-se estáveis, e que um deles recebeu uma transfusão de sangue e aguarda transferência para uma outra unidade de saúde.

Além de uma arma de fogo, o jovem fez-se ainda acompanhar por uma arma branca, que acabaram apreendidas pelas autoridades.

As aulas foram suspensas na Escola Estadual Orlando Tavares durante o dia de hoje, com a previsão de serem retomadas na sexta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.