Início Sci-Tech Ciência Nobel da Física: Prémio vai para três cientistas pelos “contributos para a...

Nobel da Física: Prémio vai para três cientistas pelos “contributos para a compreensão da evolução do Universo”

149
0

O prémio Nobel da Física deste ano, anunciado esta terça-feira, foi atribuído a James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz, pelos “contributos para a compreensão da evolução do Universo e do lugar da Terra no Cosmos”, segundo Göran K. Hansson, secretário-geral da Real Academia das Ciências da Suécia.

James Peebles, que recebe metade do prémio, é distinguido pelas “descobertas teóricas no campo da cosmologia física”. A outra metade do prémio vai para Michel Mayor e Didier Queloz “pela descoberta de um exoplaneta a orbitar uma estrela semelhante ao Sol”, pode ler-se no tweet divulgado pela Real Academia.

James Peebles, da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, é destacado pelos contributos, ao longo dos últimos 50 anos, para conhecer melhor a história do Cosmos desde o Big Bang. Os seus quadros teóricos são “a base para as ideias contemporâneas acerca do Universo”, descreve a Real Academia no comunicado oficial.

Publicidade

Michel Mayor e Didier Queloz, da Universidade de Genebra, na Suíça, anunciaram, em 1995, a primeira descoberta de um “planeta fora do sistema solar, um exoplaneta, a orbitar uma estrela semelhante ao Sol na nossa galáxia, a Via Láctea”, acrescenta a nota.

Este é o segundo dos Nobel a ser anunciado este ano. Ontem, o Nobel da Medicina foi para três cientistas, William G. Kaelin Jr, Sir Peter J. Ratcliffe e Gregg L. Semenza, “pela sua investigação sobre como as células se adaptam à disponibilidade de oxigénio”.

Amanhã, dia 9, será anunciado o Nobel da Química. Na quinta-feira, dia 10, serão atribuídos os Nobel da Literatura de 2018 e 2019 e na sexta-feira será conhecido o nome do novo Nobel da Paz.

O último anúncio será feito no dia 14 de outubro e determinará o vencedor do Nobel da Economia.

Este ano, serão atribuídos dois Nobel da Literatura (relativos a 2018 e 2019), depois de, no ano passado, ter sido suspenso devido a um escândalo de abusos sexuais e crimes financeiros que afetou a Academia de Estocolmo.

Os prémios Nobel nasceram da vontade do cientista e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896) em legar grande parte de sua fortuna a pessoas que trabalhem por “um mundo melhor”.

O prestígio internacional dos prémios Nobel deve-se, em grande parte, às quantias atribuídas, que atualmente chegam aos nove milhões de coroas suecas (mais de 830 mil euros).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.