Início Desporto Futebol Euro2020: Portugal defronta Ucrânia no teste mais difícil do apuramento

Euro2020: Portugal defronta Ucrânia no teste mais difícil do apuramento

107
0

Portugal tem na segunda-feira aquele que promete o teste mais difícil na fase de apuramento para o Euro2020 de futebol, com uma deslocação a Kiev para defrontar uma Ucrânia que tem sido implacável no Grupo B.

Após o esperado triunfo sobre o Luxemburgo (3-0), a seleção nacional joga na capital ucraniana, onde vai tentar ‘carimbar’ já um lugar na fase final do próximo Europeu, mas também continuar na luta pelo primeiro lugar do apuramento.

Um triunfo no Estádio Olímpico de Kiev, perante 70 mil pessoas, deixa Portugal a dois pontos do primeiro lugar, com menos um jogo disputado do que os ucranianos e, caso a Sérvia não consiga vencer na Lituânia, a formação de Fernando Santos poderá festejar a sétima presença consecutiva na fase final de um Europeu e manter a defesa do título conquistado em 2016.

Publicidade

No primeiro embate em Lisboa, em março, no arranque da fase de qualificação, Portugal e Ucrânia empataram 0-0, num encontro em que o guarda-redes Pyatov foi o melhor em campo, mas desde aí a seleção de leste tem estado imbatível.

Sob o comando de Andriy Shevchenko, que é ainda hoje considerado o melhor jogador da história do seu país, a Ucrânia somou apenas vitórias, com 13 golos marcados e apenas um sofrido, incluindo um 5-0 imposto à Sérvia.

Desde esse nulo no Estádio do Luz, Portugal pode também ‘puxar dos galões’, com a conquista da primeira edição da Liga das Nações e com um registo de cinco triunfos consecutivos em jogos oficiais, incluindo um 4-2 na Sérvia e um 5-1 na Lituânia.

Portugal joga em Kiev três dias após o duelo com Luxemburgo, num jogo em que a formação de Fernando Santos teve a oportunidade de poupar alguns esforços.

Por isso mesmo, o selecionador nacional deverá fazer poucas alterações no ‘onze’ inicial, embora algumas dúvidas surjam tanto no meio-campo como no ataque, caso Fernando Santos opte por um sistema de jogo mais cauteloso.

O técnico de 65 anos poderá avançar com um reforço do meio-campo, com João Mário, Rúben Neves ou até André Gomes (que foi chamado já durante o estágio para render o lesionado William Carvalho) a poderem aparecer na equipa inicial, no lugar de uma figura mais ofensiva, como Bruno Fernandes ou até João Félix.

Intocável parece ser cada vez mais Bernardo Silva, que tem sido determinante neste apuramento, juntando-se no ‘grupo’ a Cristiano Ronaldo, que vai tentar marcar pela primeira vez à Ucrânia, numa altura em que está apenas a seis golos de chegar à marca dos ‘100′ pela seleção nacional.

O Ucrânia-Portugal está agendado para as 21:45 locais (19:45 em Lisboa) e vai ser arbitrado do inglês Anthony Taylor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.