Início Desporto Automobilismo Sordo lidera rali da Sardenha que já perdeu o líder do Mundial

Sordo lidera rali da Sardenha que já perdeu o líder do Mundial

55
0

O espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) chegou ao final do primeiro dia do Rali da Sardenha, oitava prova do Mundial, na frente da classificação, com 10,8 segundos de vantagem para o finlandês Teemu Suninen (Ford Fiesta).

O piloto da Hyundai terminou o dia com o tempo de 1:36.01,5 horas, numa jornada marcada pelos problemas sofridos por alguns dos principais favoritos na luta pelo título.

A começar pelo campeão, o francês Sébastien Ogier (Citroën C3), que embateu numa pedra em Tergu, terceira das oito especiais do dia, partindo um braço da suspensão. O francês foi forçado a abandonar, devendo regressar este sábado no formato super-rally, com 25 minutos de penalização.

Publicidade

De acordo com a equipa, o objetivo será “testar algumas peças” no que falta da prova italiana, pois, só na última especial da prova, a ‘power stage’, será possível somar algum dos cinco pontos em discussão.

Também o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris) se ‘afundou’ na classificação depois de capotar no sexto troço, o primeiro da tarde. “Cortámos uma curva e o carro rolou. Não havia ninguém para ajudar e gastámos muita energia para o colocar de novo a andar”, contou um exausto Latvala, que ainda teve de receber assistência médica no final da especial.

O finlandês pôde continuar em prova, apesar do para-brisas partido, mas está em 49.º, a 18.27,5 minutos.

Já o belga Thierry Neuville (Hyundai i20) sofreu vários azares ao longo do dia, que o atrasaram na classificação. Um furo, um pião e um radiador partido, após um toque numa vala, deixaram o belga, terceiro classificado do campeonato, na sétima posição, a 57,7 segundos do companheiro de equipa.

O dia ficou ainda marcado pelo cancelamento da sétima especial, após um problema de saúde sentido por um espectador, que precisou de assistência médica, o que obrigou a interromper o troço para a entrada das equipas de emergência.

No sábado, Dani Sordo beneficia da posição em pista e espera “lutar pela vitória”. “Fomos consistentes ao longo de todo o dia. Ter partido tão atrás ajudou, claro, mas mesmo à tarde o ritmo foi semelhante”, disse.

Já o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), que após o abandono de Ogier passou a ser o primeiro piloto em pista, estava satisfeito por ter perdido apenas 11,2 segundos para o líder.

“Com esta posição em pista, foi melhor do que o esperado”, admitiu.

Este sábado disputam-se mais seis especiais, num total de 142,42 quilómetros cronometrados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.