Início Culturas Medalha de Mérito distingue Maria João Pires por “serviço de exceção” na...

Medalha de Mérito distingue Maria João Pires por “serviço de exceção” na divulgação cultural

177
0

A ministra da Cultura atribuiu hoje em Belgais, Castelo Branco, a Medalha de Mérito Cultural à pianista Maria João Pires, destacando o seu “serviço de exceção” na divulgação cultural e a sua “entrega à música”.

“Esta medalha simboliza um compromisso do Governo com as artes e uma aproximação entre as políticas públicas para a Cultura e aqueles que, através do país e ao longo do tempo, prestaram um serviço de exceção na ação e divulgação cultural em Portugal”, afirmou Graça Fonseca.

A governante, que falava durante a atribuição da Medalha de Mérito Cultural, no Centro Belgais para o Estudo das Artes, em Escalos de Baixo, explicou que foi com Maria João Pires que aprendeu não apenas a gostar, mas, fundamentalmente, “a serenar e a sonhar a vida ao som de música clássica”.

Publicidade

“É, pois, com enorme sentimento de humildade e de gratidão que hoje aqui estou – como pessoa, mas também com um imenso orgulho por aqui representar o Governo português neste momento, tão simbólico como relevante, de reconhecimento e agradecimento pelo talento extraordinário e pela entrega à música”, sustentou.

Graça Fonseca sublinhou que a entrega da distinção à pianista “é um privilégio maior” após o recital “De Budapeste ao Delta”, do ciclo de concertos “O Fio de Danúbio”, em Belgais.

“Este é verdadeiramente um espaço de cultura, no sentido mais amplo que a ideia consegue conter, com um cariz pedagógico e social a complementar este lugar da e para a música. E é este, também, o sentido abrangente que a ideia de cultura ganha na carreira, no trabalho e no exemplo de exceção de Maria João Pires, numa vida dedicada à música, que este espaço tão bem exemplifica”, declarou.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve também na cerimónia, mas não prestou declarações.

Segundo a ministra da Cultura, há um amplo sentido na atribuição desta medalha, ou seja, este reconhecimento é encarado como um “poder-dever, no sentido de que, sendo uma atribuição do Governo, ela não corresponde apenas ao mérito que pretende traduzir, mas também ao cumprimento de um imperativo de memória e de aproximação”.

A governante realçou que cada nome que é homenageado eleva a cultura portuguesa, deixando, como Maria João Pires, um registo inapagável.

“É também um gesto de agradecimento do Governo português a Maria João Pires por uma vida dedicada à música, à sua interpretação, premiada e distinguida com o consenso tanto da comunidade artística como do público”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.